Mensagem 17 Set 2017, 23:09

Re: DxD para 3D&T Alpha

[quote]Padre Judas
1) O Rei começa com quantas peças? A mesma quantidade de um jogo normal? Ele pode adquirir mais? Se sim, como?
[/quote]
O rei começa com 8 peões, 2 bispos, 2 cavalos e 2 torres, para encarnar como demônios. A rainha seria o aliado que vem em conjunto com Nobreza, então seria uma peça que já foi "usada" ou já há alguém em quem usar.

Em relação a transformar os servos, o Aliado-Exército representaria todos com exceção da rainha que já é representada por aliado. Então os poderes escolhidos determinariam quantas e quais peças você já encarnou.
Se for fazendo isso em campanha, junte pessoas interessantes e quando tiver os PEs necessários adquira a poder para ter o Aliado-Exército. Mas se começar como rei, vai a critério de mestres e jogadores.

Não há como adquirir mais peças. No entanto, os demônios que o rei reencarna eventualmente se tornarão reis também e terão seus próprios servos. Mas não deixará de servir ao primeiro. Seria como ter uma família nobre maior comandando outras menores.

Agora, quando se participa dos jogos de seleção, você só participa com as suas peças. Ah! Mas você pode trocar seus servos com outros demônios. Isso quer dizer. Se você reencarnar um bispo e não estiver satisfeito com ele, pode usar como moeda de troca e trocar com o de outro rei se ele estiver de acordo. Claro que você só pode trocar peças iguais e de mesmo valor. 4 peões por 4 peões.

[quote]Padre Judas
2) Um demônio proscrito seria uma VU de -2?[/quote]
A ideia original é que os proscristos sejam apenas NPC. São traidores que assassinam seus mestres e fogem, passando a serem caçados pelas facções. Entre as razões, o fato que eles passam a se alimentar de humanos.

Por alguma razão, demônios dependem de contratos para aumentar seus poderes. O que nem é tão estranho. Mas proscritos não podem realizar contratos então devoram pessoas.

Bom, teve um que queria, e conseguiu, se transformar em roupa íntima feminina e outro que inventou uma planta mutante que aumentava o tamanho dos seis das mulheres. Então concluo que de alguma forma eles ficam pirados.

Mas há ao menos uma apresentada na série cujo poder cresceu mais do que conseguia controlar e acabou matando o Mestre. Não sei se por acidente ou de propósito. Mas atualmente vive bem. Sendo caçada e fazendo coisas erradas, mas bem.

Eu não pretendia dar um custo aos proscritos porque originalmente minha ideia era que todos iniciassem como servos e fossem ascendendo de posição. Ou seja, se alguém virasse proscrito, a desvantagem seria a punição automática. Mas se o objetivo é começar nessa posição. Eu diria que sim
A VU passaria a -2.

[quote]Padre Judas
3) Quanto custam as VU Anjo e Anjo Caído? O mesmo do MB?[/quote]
Ainda não defini o custo por uma razão. As informações sobre eles na série. Sinto que falta algo. Mas como não encontro em lugar algum, penso e fazer semelhante aos demônios, com clãs, sangues puros e mestiços. Só aí vou colocar na balança e determinar um custo.

[quote]Padre Judas
4) Seria possível uma mesa com todos jogando de Rei também (isso não é dúvida, só sugestão de possibilidade).[/quote]
Possível é. Mas se o objetivo é escapar de ser servo, lembre-se que somente os demônios reencarnados podem se tornar alguma peça. Ou seja, mesmo que seja rei, você ainda serve a alguém. Para ser rei "puro", de nascença, você não poderia ter o benefício de nenhuma outra peça.

Aliás, demônios de sangue puro podem se tornar reis mesmo não atingindo o patamar Sugoi. É um direito de nascença para os 72 pilares. Desde que seja na família principal.

[quote="Alexandre Lancaster"]Vão ter regras especiais pra fanservice? XD

(okay, foi mal, juro que não resisti)[/quote]
Kkkk. Não me orgulho de dizer isso, mas já mestrei algo nesse sentido. É. Ser jovem e não ter o que fazer. "Mente vazia é Oficina do diabo" já dizia minha avó.
Mas to tentando fugir disso. O anime tem um bom fanservice, mas o plot por trás dele poderia render bem mais se economizassem na perversão.