Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão


Avatar do usuário

Mensagens: 12011

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 12 Abr 2017, 21:41

Re: Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão

- Vocês, parem de perder tempo e corram para a a saída, o fogo vai consumir tudo em pouco tem.

Klaire grita enquanto corre para a saída. Ela desejava poder voar naquele instante antes do salto sobre as chamas.

Agora sim gasto meu ponto de ação para um dado extra no texte de acrobacia para ir até a porta.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 16363

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 13 Abr 2017, 08:05

Re: Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão

Era o fim.

Vitória! Moriana caiu morta.

Aldred arfou cansadíssimo, mas tossiu violentamente pela fumaça causada pela imensidão dançante do fogo. O rapaz ouviu a irritante voz de Klaire e rosnou alguma coisa inaudível, abafado pelo crepitar das chamas.

Aldred embainha sua espada, pega Hendrid escorado pelo ombro e o ajuda a correr rapidamente atrás de Klaire.

Ele olha para Crys e Logan.
Imagem
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 3914

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 19 Abr 2017, 21:31

Re: Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão

Capítulo 10
Gilthunder


O grupo correu em meio a fumaça e o fogo, deixando a violência para trás, enquanto o mundo desabava. Klaire teve a ponta de suas vestes negras queimada, mas logo apagou e seguiu em frente. Logan encontrou o corpo de Valdelesca nas escadas, o apanhou e seguiram em frente. Aldred assumiu a dianteira, indo de encontro as portas do térreo, as abrindo libertando todos para o ar fresco da noite.

Havia tido uma batalha ali também, Alector jazia morto perto de uma carroça de verduras tombada. Muitos corpos... A torre ruiria em breve, mas tudo estava acabado, finalmente.

Para eles e para todos.

***

Aldred, Hendrid, Klaire e Logan eram aqueles que haviam aceitado a missão de capturar ou matar Gilthunder para a família Lancaster, e essa missão estava feita, depois de tanta dor e deslizes, violência e obstáculos. A cidade parecia estar temporariamente nas mãos do povo, uma vez que toda a nobreza havia sido destruída. Quanto tempo isso iria durar? Impossível dizer.

Agora era hora de ir... Ou ficar.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 16363

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 19 Abr 2017, 21:48

Re: Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão

Aldred deixou Hendrid de lado quando chegaram ao lado de fora do fogo e certificaram que não havia ninguém relevante vivo ali fora. Havia somente o cheiro de morte, de fogo. Muitas pessoas mortas e em sua maioria, simples soldados sem títulos aristocráticos.

Aldred viu o corpo de Alector no meio da imundice. Sorriu.
Aldred
Imagem
Teve o que merecia, verme...

Tossiu de novo e sorriu para Hendrid.
Aldred
Imagem
Então, acabou, Hendrid. Estamos livres e a autoridade da cidade está acéfala. Agora o povo pode fazer o que quiser e eu não tenho nada com isso.

Cambaleou pela noite falando com seus companheiros.
Aldred
Imagem
Cumpri o que prometi e não tenho mais assuntos aqui. Alguns de vocês sabem... eu assassinei uma pessoa inocente por pura raiva. E mesmo após livrar esta cidade de seus opressores, não sinto que meu crime expiou. Eu não sou um herói. Eu vou voltar para Valkaria e descansar dessa vida... talvez ela não era pra mim, afinal.

Deu de ombros com um sorriso amarelo no rosto.
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 12011

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 19 Abr 2017, 22:23

Re: Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão

Klaire finalmente se livra de todo aquele peso que carregava e via um novo começo. Então ouve Aldred e apesar do pouco que conversaram Klaire fala palavras simples em uma tentativa de conforto.

- Tudo bem Aldred, nó voltaremos a Altrim para encerrar essa dívida, mas quero que saiba que apesar de tudo isso não é o fim. Vida e morte são meros estados e em ambos os casos podemos aprender com isso. Não se culpe, apenas olhe isso tudo como um aprendizado. Você matou Alice, mas também salvou aquela garotinha antes disso. Somos apenas humanos ou nem tanto, mas ainda somos falhos. Se até os deuses podem errar imagina nós?

- Ok, estou falando demais em tentar te consolar, mas quero que saiba que você ainda não foi derrotado, se redima e volte a lutar. Não tenha uma morte em vida.

Klaire se retira para verificar o que sobrou e pensa se deveria sugerir uma pilhagem em seu forçado anfitrião.

- Bem pessoal, precisamos dar as boas novas, mas vamos precisar de dinheiro e creio que essa família de Alector não se importe em perder alguns tibares. Sejamos rápidos caso essa seja a opção.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 3914

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 02 Mai 2017, 16:52

Re: Crônica IV - O Cavaleiro do Trovão

Epílogo

Altrim.

Finalmente de volta. Havia se passado meses desde que partiram, e agora tudo parecia diferente. Era impressionante as coisas que fizeram, viram e se tornaram em meses. Estava mais forte e também mais quebrados por dentro. A missão estava cumprida. Aldred pôde ver a decepção no rosto de Alicia quando ela vislumbrou a mácula em seu rosto e o peso da culpa. Klaire tinha o bolso mais pesado e agora, talvez pudesse descansar um pouco. Victoria a esperava, sua amiga... Talvez ela pudesse ficar desta vez, como algo mais.

Hendrid não tinha mais grupo, ele viu seu grupo se dissolvendo e mudando ao longo do caminho, embora ele permanecesse fiel ao que sempre fora. Um guerreiro do bem, mesmo que não fosse um paladino. Quem sabe? Muito tempo passara desde que ele perdera o braço como apenas um jovem caipira entusiasmado com uma espada em mãos.

O que seria de Logan, Valdelesca e Crys? Voltariam para seus lares? O nobre valkariano tinha prestigio em Nilo no fim das contas, e acredite se quiser, o amor de uma Succubus. Talvez tenha ficado lá. De todos os altos e baixos, dos erros e acertos. Dos momentos de desespero, e dos momentos felizes. Da luta contra uma bruxa na floresta até o embate com um ogro em um templo abandonado. Viagens pelo mar, crianças resgatadas, companheiros mortos e torturados... Pelos seus.

Lutas em arenas e aventuras em bordeis vigiados por vampiros. Quem imaginaria isso? Um louco? Um gênio? Aconteceu em Arton. Eles estavam lá.

Lutaram, sangraram, venceram e falharam...

Acredite. Aconteceu. Nessa que foi apenas Uma Aventura.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Anterior

Voltar para Uma aventura normal de Tormenta

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 1 visitante.