WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!


Avatar do usuário

Mensagens: 1073

Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Mensagem 26 Dez 2017, 21:43

WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

WERRA ATACA! - A BALADA DOS LIBERTADORES!
EPISODIO 6: CIDADE DE DIS!
Imagem
CONSELHO DE GUERRA

*Três dias se passaram desde a primeira batalha dos libertadores. Noticias de sua vitória espalharam-se não apenas pelo reino, mas por toda Arton, trazendo esperança. Inspirando ao heroísmo. Aventureiros de todos os cantos do mundo, muniram-se de armas e magias e passaram a marchar em direção a "Warton", a defesa final que separa o exército da rainha do massacre, Lamashtu, do coração do reinado.*

*Da mesma maneira, as forças de elite de Yuden, recuaram a base. Seja aquelas que jaziam espalhadas dentro e fora da nação. Batalhões que fortificavam as fronteiras de Tyrondir, deixaram seus postos em prol de sua pátria. Tropas de elite em diversas missões bélicas, volveram suas marchas para casa. Aquele era um sinal, um aviso para todos, de que Yuden ainda não havia caido e a guerra estava apenas começando.

"E tenham certeza, o mundo inteiro ouviu."

"Razão pela qual Shivara Sharpblade, rainha imperatriz do reinado, regente de Deheon e partidária de Trebuck e Yuden, veio em socorro da nação, atendendo a um pedido de socorro nunca feito. Suas preocupações eram muitas. Que os soldados que compõem o "exercito do reinado" em Trebuck, as portas da tormenta, tivessem uma considerável perda de força, com o recuo das tropas yudenianas que habitam suas fileiras. Com um possível ataque a Deheon, que ainda se recuperava das recentes batalhas (Arsenal e império Tauron) e com as consequências que isso poderia causando, forjando convites para que outras forças atacassem, como os próprios minotauros ou quem sabe a Aliança negra. E por fim, com o poder de outro inimigo vindo de um mundo distante. Da ameaça colossal que Lamashtu representa, sendo capaz de invadir Yuden e causar tamanho dano.*

*E o que o seu êxito, poderia significar para o resto do cosmo. Arton não estava pronta para uma guerra entre mundos.*

*Vendo muito mais a frente do que a maioria conseguia, Shivara, utilizando muito de seus recursos, para reunir forças aliadas constituídas de Zakharov, Namalkah, Portsmouth, Belefeld, União Púrpura e do próprio Protetorado do Reino, conseguiu forjar uma poderosa aliança, que agora reforça as defesas da cidade muralha, lar dos aprendizes de soldado, do exército com uma nação.*

*E depois de dois dias de reunião com os generais Yudenianos, um conselho de guerra foi convocado, entre todos os aliados ali estacionados... E com os libertadores de Valkaria também. Era hora de decidir o próximo passo. Era hora de decidir como atacar. O momento do contra-ataque chegou. Muito longe dali, a terra treme. Animes e monstros recuam. Algo se aproxima. A verdadeira batalha começa agora. Formem suas estratégias, ergam seus escudos, reunam sua coragem e fortifiquem seus espíritos.*

*Pois quando Werra ataca, a morte é certa.*


______________________________________________________________________________________
AZOG

*A frente da Azog, reluzia um portal mágico. Ele o observava em postura ereta e porte majestoso. Atrás dele, sua esposa, Elysande também estava, mas um tanto quanto mais relaxada, mantendo a atenção na imagem projetada do outro la do vizor. O capitão Ichtaka, mais formal, estava ajoelhado e de cabeça baixo. Achava que era o correto a fazer. Não se perdoaria por interromper uma reunião entre Azog e sua irmã.*

Rainha Heiddi Irkhazog
Imagem
[i]- Saudações irmão. Trago a você noticias de nossa contenda contra a aliança negra. Ou melhor dizendo o resultados, que acredito, achara tão perturbador quanto eu mesma.


*A rainha, trajada em vestes militares, o olhava com respeito, mas autoridade. O portal fora invocado de ambos os lados, entre um arcanista de Yudeniano e os magos de Kalevala. Impossivel transitar, mas possibilitava aquela importante conversa*

Rainha Heiddi Irkhazog
Imagem
[i]- Após a primeira batalha, enviamos nossos exércitos, munidos com nossa tecnologia avançada e a força de Ukkonen conosco. Estávamos preparados para uma guerra tão violenta quanto a que tivemos com tapista, mas o que encontramos no lugar, foi mais assustador do que qualquer horda de goblinoides servos de Ragnar. Azog, meu irmão, o que encontramos foi um cemitério de gelo.


*No rosto, não havia terror, admiração sutil, mas a expressão era dura. Azog conhecia bem. Dividiam como irmãos*

Rainha Heiddi Irkhazog
Imagem
- Quando chegamos ao local da batalha, já estavam todos mortos. Não por flecha, machado ou espada. Mas por gelo. Milhares de cadáveres, congelados por um frio tão agonizante, que até agora, dois dias após a batalha, sequer conseguimos nos aproximar da área, sem utilizar tecnologia e magia pesada contra este elemento. Todos mortos de uma única vez, sem qualquer defesa. E a maior noticia nem é essa. Ao fundo, ouvimos um estrondoso bater de asas, seguido de um rojão, ribombante como os urros de guerra dos deuses da batalha. Creio que já pense como eu, meu irmão. Depois de anos, ele chegou. Alguém para tomar a coroa de Belugha. Um novo rei dos dragões brancos, ocupa o trono das uivantes. A pergunta é: Ele derrotou nossos inimigos, mas nos considerará aliados... Ou súditos?


*A conversa se seguiria dali. Azog atendeu a esse chamado da irmã com certa pressa, pois em trinta minutos deveria atender ao conselho de guerra. Mas agora, a urgência parecia diminuir sútilmente. Arton estava mudando e Kalevala faria parte daquela mudança.*

Prossiga com o dialogo se quiser, mas há poucos minutos antes da reunião. Você consegue chegar a sala do conselho em 6 minutos mais ou menos,
no seu passo.

_____________________________________________________________________
Rasalgheti

*Do lado de fora da porta de Azog, você o esperava. Era um tanto irritante, pois você era o que fazia os outros esperarem, não o contrário. Por algum motivo, Azog o havia escolhido como acompanhante na reunião do conselho. Era algo importante. Só precisava lembrar de três coisas:

1) Não dar em cima de ninguém importante
2 ) tomar cuidado com o que fala.
3) Lembrar constantemente da 1 e da 2.

[b]*Conforme você esperava, ouviu passos. Ela vestida pequenos trapos como vestido, revelando de maneira fanservice, sua pele alva e curvas atraentes. Seus olhos eram azuis e seus cabelos vermelhos tormenta.*

*Pera, tormenta? Isso mesmo. Ela de novo*

Imagem
- Oi Ras.


* E nada mais diz. Continua andando, passando pelo quarto de Azog e seguindo em frente pelo corredor*


__________________________________________________________________________________
LINUS

*Teleporte era realmente uma coisa útil. Ela tornava desnecessário o uso de suas pernas. Portanto, evitava a fadiga (ainda que por outro lado, lhe drenasse energia magica). Você havia o usado uma vez para se teleportar a biblioteca da academia arcana, sem que ninguém o visse. Depois mais uma dezena de vezes, para acessar várias sessões da biblioteca. Seu objetivo - ainda que um saco - era aprender mais sobre o Raycharay, Lacharel e acima de tudo, os olhos demoníacos.*

*Havia crescido com eles e sempre os viu como uma anomalia. Uma maldição talvez. Nunca como algo de parte maior, como prometia Abhaddon, Mas os livros apenas lhe respondiam sobre as criaturas extraplanares, nada sobre eles. O pior de tudo é que nos últimos três dias, dores forte vem lhe assolando a região atrás de seus olhos e constantemente seus cochilos tem sido interrompidos abruptamente por lágrimas de sangue, que escorriam em profusão. E antes disso, pesadelos com Limbo e o Gama Stigma tem visitado seus sonhos. Era preciso resolver isso...*

*OU NUNCA MAIS TERIA UM DESCANSO DECENTE NA VIDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!*

*Depois de frustrado em sua busca, retornou de teletransporte a Yuden, mas não voltou para dentro de Warton. Talvez por uma distração de sua mente, ainda com imagens recentes da ultima batalha, você surgiu exatamente no local onde lutou junto a Hadrian e Rasalgheti contra Limbo e Regret. Os cadáveres já haviam sido removidos e incenerados em uma cerimônia a Keenn (que pareceu muito sem sentido a essa altura) e agora apenas o cheiro ferroso de sangue, ainda não lavado pela chuva, impregnava o local.*

*E então você viu, não longe dali, a figura solitária de Hadrian, andando de um lado para o outro, com a face pálida e os olhos assustados, direcionados ao chão e trocando o foco de visão constantemente, como se buscassem algo. Era a primeira vez que via algo além de arrogância em sua face. Parecia até mesmo... medo...*


______________________________________________________________________________________________
Ibelin

*Era incrível. Não importa o quão disciplinados fossem os soldados de elite de Yuden, uma taverna é sempre uma taverna e a bebida era sempre capaz de afogar os pensamentos ruins em ondulações zonzas de alcool*

*Depois de algumas horas (vinte e três) bebendo, lembrou-se de que cair desmaiado em território Yudeniano era um convite para acordar preso a uma mesa de cirurgias. Ou nem acordar. As batalhas vinham em flashes na sua mente. Os demônios na sua taverna. O soco de Selene. O retalhar do pássaro de Roca.
A luta contra os três servos de Stygian. A dor das flechas do general. O fim da batalha. Azog o executando. A cada passo cambaleante de volta a "base dos aliados", um local reservado aos libertadores e os aliados vindos de outros reinos, posicionados bem próximo ao castelo principal, onde Shivara, suas mosqueteiras e os demais generais Yudenianos passariam a noite, esses fantasmas surgiam a sua frente. Era necessária grande força de vontade e discernimento para não sacar a espada e atacá-los novamente. Mas você sabia estar embrigado e temia cortar algum pobre coitado, que sua mente mascarava como inimigo*

*Foi chegando próximo a entrada da base, que você tropeçou. Sua queda era certa, mesmo para alguém tão veloz. Mas uma mão o aparou e impediu o forte choque contra o solo*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Opa... opa... Vamos tomar cuidado, meu jovem. Não queremos estragar um dos meus maios bem sucedidos trabalhos na vida, com um traumatismo crâniano causado por uma queda estúpida causada por alcoolismo, não é verdade? Ihihihahaha...


*Seria outro fantasma? Um capaz de falar e lhe tocar? Só poderia ser. Pois você matou aquele homem. Dr. Ethelgram. O cabeça por trás dos experimentos feito em você e Selene. A causa da perseguição de suas vidas. Aquele que enviou os guerreiros experimentais que quase o mataram, mas levaram sua amada no lugar. O culpado de tudo. Como era possível?*


Dr. Ethelgran
Imagem
- A quanto tempo... Me dá um abraço vai! Afinal, se você é como um filho rebelde para mim... Eu devo ser como um pai a você... IHIHIHIHIHAHAHAHAHA!!

________________________________________________________________

O QUE VOCÊS FAZEM?

Qualquer duvida, só tirarem em off![
/quote]
Tribo Scarlata

- Crônicas da Tormenta (on): Rakim Barba de Fogo
- Guilda dos aventureiros de Valkaria (on):Jin Hong
- Theotanatus(on): Rei Caído
- Aurora Carmesin(on): Scarlata Jihad / Jihad da areia vermelha
- Era de Arsenal(on): Angra Cabelos de Fogo

Avatar do usuário

Mensagens: 5598

Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Mensagem 27 Dez 2017, 00:03

Rasalgheti Solaris

Passaram-se três dias desde o confronto com Limbo e Regret.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Três dias uma pinóia! Tem quase um mês! Como pode mentir de forma tão descarada? Mas vai, segue aí. Vamos ver o que vai dar.

Nesse tempo, o Reinado tomou a frente da batalha e os soldados de Yuden começavam a retornar ao lar. A Rainha Imperatriz ainda conseguia reunir mais forças para a guerra solicitando auxílio das nações aliadas. Uma grande conferencia de guerra estava para acontecer e Azog faria parte dela, trazendo o imortal como guarda costas de sua esposa.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Quero deixar claro que só vim pela boca livre. Se não tiver rango eu vou embora.

Enquanto o Hob tinha sua reunião particular com sua irmã em seu quarto, o paladino aguardava do lado de fora, recostado na parede de cabeça baixa enquanto tentava tirar um cochilo. Suas únicas companhias eram dois outros lanceiros do exército particular do infante e eles pareciam estátuas parados de pé nas laterais das portas. Ras se recordava das regras de comportamento que Azog lhe passou.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- "Não dar em cima de ninguém importante". Qual sua definição de importante? "Tomar cuidado com o que fala". Tá bom, até parece. "Lembrar constantemente dos itens anteriores". Hahahaha. Próxima piada.

Ele amassou o papel e o jogou por sobre os ombros logo depois de ler. Não tinha problemas com autoridades, mas tinha com fingir ser quem não é. Ele era honesto em tudo o que fazia e principalmente consigo mesmo. Não atuaria como alguém que não é mesmo que isso significasse ser odiado.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Tá bom, tá bom! Eu vou!

Ele dizia enquanto se levantava e seguia a ruiva. A bem da verdade, preferia ignora-la. Estava apreciando o cochilo não só para si como pelo colega preguiçoso que estava lotado de serviço. No entanto, também lhe parecia má ideia deixar isso de lado.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Digam ao seu chefe para ele ler o roteiro!

Ele acenou com as costas da mão enquanto se afastava.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Maldita produção. Demora um mês, não tem verba e precisa ficar reciclando figurante. Francamente.

Ele seguiu cantarolando.
Vou seguir a tormenta.

Rasalgheti Solaris
Imagem
- Tente me matar! Nada vai funcionar! No final seu esforço é em vão!
- Guerreiro sublime, o poder me define, vou sobreviver a qualquer condição!
Avatar do usuário

Mensagens: 7705

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 27 Dez 2017, 13:37

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Azog ouviu atentamente as explicações de Stygian. Seu semblante não mudou, mas ele ainda tinha dúvidas. A situação em Werra estava claramente conturbada e os Deuses não ofereciam respostas.

As lanças choveram sobre eles e depositaram-se ao seu redor.

STYGIAN, O furioso 54S
Imagem
- Dou-lhes minhas armas. Que elas lhes sejam úteis nessa guerra. É meu desejo como um antigo herói. Que eu possa ajudá-los... Mesmo no vazio do nada.
Agora... Por favor... Faça.

Azog assentiu. Em suas mãos surgiu um enorme machado, tão grande e pesado que exigia que o segurasse com ambas as mãos.

Azog Irkhazog
Imagem
- Muito bem. Agradeço seus presentes e suas informações. Não posso dar certeza, mas farei tudo ao meu alcance para proteger seus subordinados. Adeus, Stygian.

Olhou para Ibelin, certificando-se de que ele não queria dizer mais nada, e então preparou-se.

Azog Irkhazog
Imagem
- UKKONEN! EIS UM GUERREIRO QUE LUTOU COM FERVOR E PERDEU COM HONRA! TESTEMUNHE O FIM!

Um trovão retumbou em resposta à invocação do kalevalano. Um vento frio começou a correr e as nuvens negras no céu agitavam-se como um mar revolto.

Apoiou o cabo da enorme arma sobre o ombro e girou a lâmina em um arco. O golpe pesado arrancou a cabeça de Stygian, que caiu rolando sobre o chão. O machado cravou-se no solo no mesmo instante em que outro trovão se ouvia, mais próximo.

Começou a nevar.

Azog Filho de Azog observou o corpo sem vida do guerreiro, perguntando-se se não havia outro modo. Mas pensar nisso era perda de tempo.

Azog Irkhazog
Imagem
- Precisamos resgatar os prisioneiros. Vamos.

Sacou um chifre da cintura para convocar seus homens. Ainda havia muito trabalho a se fazer.

.

Azog encarava o semblante endurecido da irmã, muito semelhante ao próprio. Eram as consequências de ter o sangue divino correndo nas veias.

Rainha Heiddi Irkhazog
Imagem
- Quando chegamos ao local da batalha, já estavam todos mortos. Não por flecha, machado ou espada. Mas por gelo. Milhares de cadáveres, congelados por um frio tão agonizante, que até agora, dois dias após a batalha, sequer conseguimos nos aproximar da área, sem utilizar tecnologia e magia pesada contra este elemento. Todos mortos de uma única vez, sem qualquer defesa. E a maior noticia nem é essa. Ao fundo, ouvimos um estrondoso bater de asas, seguido de um rojão, ribombante como os urros de guerra dos deuses da batalha. Creio que já pense como eu, meu irmão. Depois de anos, ele chegou. Alguém para tomar a coroa de Belugha. Um novo rei dos dragões brancos, ocupa o trono das Uivantes. A pergunta é: Ele derrotou nossos inimigos, mas nos considerará aliados... Ou súditos?

O infante conteve um suspiro. Claro, os problemas vinham todos juntos, atacavam em bando.

Azog Irkhazog
Imagem
- Devíamos ter encontrado e reunido os tesouros de Beluhga, isso teria dado a Coroa de Kalevala a hegemonia incontestável sobre as Montanhas. Agora tudo se tornou mais difícil.

- Bem, enquanto ele não declarar guerra aberta acho que poderemos respirar um pouco e nos prepararmos. Recomendo, irmã, que reúna o máximo de informações que puder sobre este “Rei”. Seria importante descobrir se ele tem os Tesouros da antiga Rainha. Se não, é apenas um pretendente como outros. Quem tiver os artefatos primeiro governará as Uivantes. Nem um Rei Dragão poderá contestar isso.

- Assim que resolvermos a situação aqui em Yuden eu irei ter contigo. Para o bem ou para o mal, estaremos juntos! Por Kalevala e pela Casa de Kalevi!

Despediu-se da irmã e saíram do quarto. Viu o paladino se afastando.

Azog Irkhazog
Imagem
- Onde você está indo, Rasalgheti? A reunião é para cá, vamos. Não devemos deixar Lady Sharpblade e seu conselho esperando. Sigamos, minha esposa?

Elysande Castelmar
Imagem
- Sim, meu amor.

Deram-se os braços e caminharam tranquilamente até o salão onde se realizaria a reunião.
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Boryslaw Rzecz (Outono)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Escudo (BnH Brazil Hen)
Joaquim Bogart (Ídolos de Aço)
Kallyan de Callistia (Ilha do Umbral de Fogo)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
GAV: ON FICHAS
MÁGIKA: ON FICHAS REGRAS
AR MOLHADO: ON FICHAS
Avatar do usuário

Mensagens: 5598

Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Mensagem 27 Dez 2017, 20:48

Rasalgheti Solaris

Rasalgheti Solaris
Imagem
- Lamento, mas temo ter esbarrado em um problema muito maior e mais urgente. Ou melhor, ele esbarrou em mim. E sinto que se der as costas agora, algo muito ruim vai acontecer.
Avatar do usuário

Mensagens: 655

Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55

Localização: Porto Alegre, Namalkah

Mensagem 28 Dez 2017, 10:53

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Ibelin agradeceu o gigante guerreiro pelas informações recebidas e se afastou, dando lugar a Azog, para que acabasse com aquilo. Quando seu líder lhe dirigiu o olhar, um instante antes da execução, o Dançarino, solene, nada disse. Era apenas muito triste presenciar o fim de um guerreiro valoroso. Pegou uma cabaça e bebeu em sua honra.


Depois. Mais bebida. Flashes. Um velho deformado.

— Pelozs bagozz fritosz de Azzgherr... Eu devo ezzstarr mezmo muito bêbado!

Ibelin empurrou com força o velho para o lado, certo de que era a bebida mascarando algum transeunte.

— Szai daqui vozcê... Eu quazse te ata... (soluço) ... ataquei. Tu podia ter morrido!

E seguiu seu caminho, no passo incerto dos bêbados.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir
Avatar do usuário

Mensagens: 1585

Registrado em: 12 Dez 2013, 15:46

Localização: Cair Paravel - Nárnia

Mensagem 28 Dez 2017, 15:09

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Linus estava cansado pacas de ficar procurando (mesmo que tirasse um cochilo de 5 minutos entre cada livro aberto). Decidiu bancar o CSI e investigar o local aonde lutou contra os mortos-vivos e lá encontrou Hadrian procurando algo desesperadamente. Achando aquilo estranho, chegou perto do mesmo e perguntou.
Linus
Imagem
E aí sargento... Err... como é o nome mesmo... Aldrin? Alduin? Deixa pra lá... O que tá procurando aqui?
Meu Blog: http://dojodokaitosensei.blogspot.com.br/
Boku No Hero, Brazil Hen FICHAS E STATUS GAME ON
Personagens atuais:

- Kai Sandragon - O Mago dos Elementos. - Cronicas Artonianas
- Linus Maxwell - O Preguiçoso Arquimago de Valkária - Werra Ataca
- Ikki, a Fênix - A Fênix que quase mata todos os parceiros constantemente - Disco dos Três
- Dr.Green - O Herói Cientista Louco Controlador de Plantas - Ex-Heróis
Avatar do usuário

Mensagens: 1073

Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Mensagem 09 Jan 2018, 16:53

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

AZOG, O INFANTE

Rainha Heiddi Irkhazog
Imagem
[i]- Mais uma coisa, meu irmão.


*Quando o portal estava prestes a ser desfeito, a rainha ergueu sua voz novamente. Seu olhar se manteve o mesmo, mas sua voz continha uma pequena ponta de dúvida e preocupação*

Rainha Heiddi Irkhazog
Imagem
[i]- A aliança negra que nos atacou... Era diferente de alguma forma. Carregavam um semblante diferente do normal, uma lua negra, despedaçada. Havia uma aura diferente neles. E eram mais sanguinolentos... Lutando como se não se importassem com causa, com suas vidas ou com nada além de ódio. Sabe que o preconceito dita que esse é o modo da aliança, mas ambos sabemos que são mais estratégicos que isso. Lembrem-se, eles desejam nossa cabeça, irmão. Mantenha os olhos abertos.


*E com esse pensamento vocês deixaram a sala. Um suspiro pesaroso quando inespera... não, quando novamente, Ras agiu pelo próprio impulso e o deixou para trás. Estava acostumado com o comportamento do companheiro, mas era difícil, em sua posição, aceitá-lo como comum. Mas o fazia mesmo assim. Passaram por muito e entendia seu valor. O toque delicado de Elysande em seu braço, o estimulando a seguir o caminho, foi suficiente para abrasar qualquer incomodo. Tinha tudo o que precisava ali.*

*As portas se abriram com um eco por dois solados que guardavam a porta. Eles claramente estavam desgostosos daquele simples ato. Talvez pelo emprego que possuíam, talvez por tê-lo de fazer a um hobgoblin e uma meia elfa. Quem sabe. O salão estava vazio. Ao centro, uma grande mesa redonda, claramente, recém instalada. Mapas fechados sobre ela, assim como outros papéis. Alguém claramente passara a notie ali*

Imagem

*Então um som. O ranger de uma armadura. Cabelos ruivos incandescentes. Beleza mortal e ainda sim divina. Bruta e delicada. A mulher no topo da política do mundo. Shivara.



Shivara Sharpblade
Imagem
- Azog ikhazog. Principe de Kalevala. Libertador de Valkaria. Aventureiro, heroi e um ex aliado das guerras táuricas. Ao menos, tivemos um inimigo em comum. É um honra tê-lo finalmente em minha presença. E devo dizer que sou grata por ela.


[b]*De fato, Tapista fora um inimigo mútuo anos atrás, mas não lutaram necessariamente lado a lado. A própria Shivara os considerou inimigos, mesmo sem participação direta na batalha. Mas o reconhecimento de seu valor está claro em suas palavras, que mesmo duras e imperativas, demonstram notável respeito. Como manda a etiqueta, ambos ajoelharam-se. Elysande, alguns passos atrás de você, não por se sentir inferior ou por desconsiderar a própria posição como princesa, apenas sentiu ser o correto. Mas logo, as palavras da rainha-imperatriz dirigiram-se a ela, causando talvez, certa surpresa a Azog*


Shivara Sharpblade
Imagem
- E Elysande Castelmar... Levante-se. - Uma pequena pausa. Um sorriso - Devo dizer, que minha atual posição, me permite poucos momentos de repouso e ainda menos para o prazer. Minhas únicas leituras são documentos oficiais e papelada burocrática. Mas devo dizer, que o presente que me enviou, tem sido um escape verdadeiramente aconchegante.


[b]*Com um sinal para que se levantasse, aproximou-se de Elysande, sendo um tanto mais alta que ela e manteve o olhar divertido, o qual a esposa de Azog sustentou, com malicia no olhar. Pareciam velhas conhecidas. Podia até arriscar: Amigas.*


Shivara Sharpblade
Imagem
- Não sei até que ponto o conteúdo do "A BALADA DOS LIBERTADORES", é real, mas acompanhar as aventuras destes libertadores, tem sido entretenimento inspirador. E agora, conto com o auxilio dos mesmos nesta crise que recai sobre nosso reino. Creio que o reinado lhes deve agradecimento. Mas deixarei isso para quando vencermos esta guerra.


[b]*E a expressão dura, de uma mestra da guerra e lutadora experiente, volta a tingir seu semblante. Em alguns minutos, o conselho começaria. O destino de Yuden, seria decidido. Não apenas por espadas... Mas por palavras e tinta. *

O que farão?

__________________________________________________________________________-

Ras, o imortal

*Você a segue. Aqueles longos cabelos vermelhos como rosas a desabrochar. Ela subiu várias escadas, até o ponto mais alto da fortaleza, que resultava num pátio a céu aberto, onde se debruçou no parapeito*

Imagem
- Você foi incrível, na batalha. De verdade.


*Ela se vira e o convida a admirar a paisagem. Mas antes mesmo de você chegar até o lado dela, percebe que aquela paisagem é a tormenta. Vermelha,
com pétala venenosas a cair do céu e uma enorme selva de raízes e espinhos se espalhando por quilômetros*


Imagem
- Eu preciso de ajuda.


E ai?
___________________________________________________________________________

Linus dos olhos malditos

*O susto que Hadrian leva, chega a ser cômico. Seu rosto ficou pálido e seu corpo deu um pequeno salto, como uma criança pega fazendo algo extremamente constrangedor*

Gen. Hadrian
Imagem
- O QUE ESTÁ FAZENDO AQUI MAGO? Não deveria estar dormin... É general! E eu não estou procurando nada! NADA QUE SEJA DA SUA CONTA! Parta imediatamente.


*Alguém tão hábil com as palavras, agora parecia emocional, suava frio e não conseguia figurar suas palavras e expressões. Você realmente podia achar divertido isso. Havia algo ali e mesmo com preguiça se importar, era uma das raras vezes que sua curiosidade fora maior. Seus olhos passearam pelo campo de batalha e não demorou para seu stygma se ativar. Após uma breve varredura, você localizou um ponto brilhante, em meio a terra queimada (próximo de onde Hadrian salvou-o do ataque) e lá havia um pequeno, mas resplandescente brilho dourado*

O que fará?

________________________________________________________________________

Ibelin, o dançarino de sangue

Dr. Ethelgran
Imagem
- Opa! Calma, calma... Deixe-me ajudá-lo, filho.


*E a última coisa que Ibelin sentiu fora a picada de uma injeção na altura da garganta. Antes de tudo escurecer, a lembrança de Selene o visitou mais uma vez. Uma confusão de sonhos, pesadelos e lembranças o assolou durante o curto período de sono, mas assim que despertou, estava ensopado de suor, nu e amarrado a uma mesa fria de operações, pelos quatro membros.*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Parece que minha droga fez efeito! Hiiiiihiihihi! Essa mistura flui pelo seu sangue ao se misturar com o alcool que reside em seu corpo, causa uma reação química o evaporando! Perfeito para se livrar da embriaguez, não acha? Agora podemos conversar direito. Novamente... A QUANTO TEMPO, MEU FILHO!!!


*E de fato, agora você estava lúcido. Apenas tinha dores de cabeça e uma sede - surpreendentemente de agua - insuportável*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Ah... Você não sabe o quanto devo a você. Mesmo depois de me matar... Se não fosse por você e Selene, eu nunca tería chegado tão... TÃO longe!!!
OBRIGADO IBELIN! OBRIGADO! GRAÇAS A VOCÊ, O SONHO DO SUPER SOLDADO...


* Uma cortina a sua esquerda se abre, revelando um enorme espaço escuro, preenchido por conteiners esverdeados. Dentro deles... Crianças. Dezenas delas*

Imagem

Dr. Ethelgran
Imagem
- ... Se torna realidade...


____________________________________________________________

O que farás??? =O
Tribo Scarlata

- Crônicas da Tormenta (on): Rakim Barba de Fogo
- Guilda dos aventureiros de Valkaria (on):Jin Hong
- Theotanatus(on): Rei Caído
- Aurora Carmesin(on): Scarlata Jihad / Jihad da areia vermelha
- Era de Arsenal(on): Angra Cabelos de Fogo

Avatar do usuário

Mensagens: 5598

Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Mensagem 09 Jan 2018, 20:08

Re: Rasalgheti Solaris

O paladino segue a Tormenta até o alto da torre e observa a visão distorcida que ela admirava.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- E o que faz você pensar que vou te ajudar? Você invadiu meu lar, corrompeu meus pares, contaminou meu mundo e roubou incontáveis vidas. Até onde vejo, não tenho razão alguma para agir em seu favor.
Avatar do usuário

Mensagens: 1585

Registrado em: 12 Dez 2013, 15:46

Localização: Cair Paravel - Nárnia

Mensagem 10 Jan 2018, 08:15

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Linus teve que segurar a risada ao ver o "sustinho" do general que finalmente saiu do salto. Ele dá uma olhada no campo de batalha e vê um brilho peculiar.

Linus
Imagem
Okay... Okay... Vou partir. Mas só porque estou com sono pra caramba para ficar vendo você brincar na lama. Até mais coronel.


Então, finge que está indo embora, mas indo pela direção aonde estava o brilho. Ao chegar perto do mesmo, finge que tropeça para se abaixar e pegá-lo sem que Hadrian perceba.

Linus
Imagem
Hummm... O que temos aqui?


Vou pegar a paradinha e analisar com meus "zóios especiars"
Meu Blog: http://dojodokaitosensei.blogspot.com.br/
Boku No Hero, Brazil Hen FICHAS E STATUS GAME ON
Personagens atuais:

- Kai Sandragon - O Mago dos Elementos. - Cronicas Artonianas
- Linus Maxwell - O Preguiçoso Arquimago de Valkária - Werra Ataca
- Ikki, a Fênix - A Fênix que quase mata todos os parceiros constantemente - Disco dos Três
- Dr.Green - O Herói Cientista Louco Controlador de Plantas - Ex-Heróis
Avatar do usuário

Mensagens: 655

Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55

Localização: Porto Alegre, Namalkah

Mensagem 10 Jan 2018, 09:49

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

— Mas o que —

Dor de cabeça. Sede. Compreensão. Raiva.

Ethelgran.

— Eu vi você morrer pelas mãos de Selene, maldito — Seu tom não era de ameaça, era grave. Sério. Apenas frustrado por viver em um mundo em que os maus parecem sempre retornar dos mortos, enquanto os bons jamais voltavam. Ou pior: eram corrompidos.

— Eu mesmo teria acabado com você se a fúria dela não fosse maior — continuou. — Nós acabamos com a Estrela Negra. Desmantelamos vocês. Porque insiste?

Enquanto falava, o guerreiro observava as crianças presas nos recipientes. Aquilo alimentava algo profundo e cáustico dentro de Ibelin, em uma torrente de lembranças da vida como um animal de laboratório. A fúria que queimava. Uma vontade de arrebentar tudo aquilo e fazer Ethelgran engolir mais essa frustração, à golpes de espada.

Mas sabia que o doutor era calculista como só uma mente doentia poderia ser. Perder a cabeça naquele momento era a pior coisa a fazer.

— E o que o leva a pensar que vai conseguir fazer isso com essas crianças? — disse, apontando com o rosto na direção dos experimentos.

OFF:
Minha ideia é chamar a atenção de Ethelgran em direção ao lado onde as crianças estão e fazê-lo falar, enquanto testo a amarra na mão oposta à da direção em que ele está olhando. Se for possível, já quero tentar desprender a mão, mas de uma forma que não chame a atenção. Caso consiga, vou manter a mão em uma posição que ainda pareça presa, enquanto falo com ele.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir
Próximo

Voltar para WERRA ATACA - TA: Aventura épica!

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 1 visitante.