Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2


Avatar do usuário

Mensagens: 2427

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:14

Localização: Penápolis/SP

Mensagem 10 Jan 2018, 12:03

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Zlaahael observa em silêncio o que acontecia, consternado. Então aquela criatura lhe dá sinal verde para enfim colher os frutos da vitória que lhe parecia assegurada antes da interferência. Um rápido sinal de anuência para a criatura, então caminha na direção do hobgoblin moribundo. Deixa o peso de sua espada apenas na mão direita e leva a esquerda até o rosto do inimigo. Sua mão se fecha com força na parte superior ao maxilar, apertando a maçã do rosto e tapando a boca, fazendo pressão no crânio do desfalecido. Então aproxima o mesmo de seu rosto, falando de maneira pausada, saboreando cada palavra, mesmo que no idioma detestável daquelas aberrações.

- Você era apenas mais um inimigo, como qualquer outra droga de hobgoblin. Mas você tornou isso pessoal. Raptou Tanyantalaria. - Fez uma pausa enquanto seus olhos fulminavam os de Holgor intenso com sua fúria. - Então quando finalmente nos encontramos de novo, você me provoca mais uma vez, com a imagem dela refletida em alguém, lá em cima. - Fala relembrando do encontro recente. - Eu disse que existem limites. E agora você arca com as consequências de ter me provocado, coisa grotesca. - O aperto no crânio se intensifica e Zlaahael sente que em breve seus dedos, fortalecidos pelo poder que antes fora de Tauron, iriam perfurar o crânio daquela coisa se continuasse a apertar tão forte.

- A morte não paga o que você fez. Ao invés disso, você seguirá vivo. De certa forma... - Um sorriso sarcástico. - Você continuará a existir. O grande general hobgoblin... - Fala num tom de deboche enquanto começa a procurar pela alma do moribundo, já fazendo o esforço para tirá-la. - ... Se tornará apenas um graveto. Mais um graveto a alimentar a chama que queima na fornalha da fúria. A fúria élfica que guia minhas mãos em busca de vingança. Você se tornará apenas uma parte de meu poder e irá comigo aniquilar cada hobgoblin existente neste mundo. Você será o combustível para a minha destruição, a extinção de seu povo pútrido e profano. Você estará aqui, participando e sentindo tudo, enjaulado pelo meu poder. Seja bem vindo ao fim dos hobgoblins. - Fala de maneira ríspida, seus dedos já fundos na estrutura do crânio, a alma podendo ser sentida. Então num rápido movimento afastando o inimigo, sua mão se fecha, o crânio cede e diversos pedaços de miolos explodem pelo túnel. A alma já na palma de sua mão, sendo absorvida por seu apetite por informações. Imediatamente vasculha a alma em busca de memórias sobre Tanya e o que lhe acontecera. Precisava saber.

- Espero que o espetáculo tenha sido de seu agrado. - Depois de um bom tempo, Zlaahael faz uma mesura descontraída à criatura, voltando ao seu idioma natal. - Acabei sendo tragado para seus domínios desta vez, pelo povo daquilo. - Aponta com a espada para os restos de Holgor. - No momento meu tempo é curto e apesar de não ter tido culpa em vir perturbar seu descanso... Espero que o entretenimento proporcionado sirva para aliviar o incômodo. - Fala enquanto remexe no cadáver em busca de bens que seriam valiosos em sua empreitada futuramente, além de recuperar a espada élfica corrompida, ainda que não soubesse se conseguiria restaurá-la ao que já foi em seus melhores tempos. - Em breve irei para Lenórienn, é possível que talvez nos encontremos novamente. Como deve saber, daquela vez não consegui eliminar a maior de todas essas pragas. Mas no momento preciso retornar à sala de onde vim para chegar até aqui. Poderia me dizer o caminho novamente? - Então olha para o que conseguiu coletar no cadáver do hobgoblin. - Claro que posso deixar um tributo. - Mostra os itens que havia separado.


ZLAAHAEL
-[ PVs: 249/311
-[ Energia: 3/3
-[ CA: 57
-[ RD: 17 (10/adamante)
-[ Modificadores Ativos:

-----[ Alma de Telumendil ~ +2 CA, RD +5/-, 25% Fortificação
-----[ Desafio de Cavaleiro ~ Integridade Maior: +3 CA e resistências
-----[ Artefato ~ Sangue de Ferro: +4 For, RD +10/adamante, 4º de 23 turnos
-----[ Mobilidade/Avançada: +2 CA e resistências
Editado pela última vez por Rick em 13 Jan 2018, 09:00, em um total de 2 vezes.
Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 823

Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Mensagem 10 Jan 2018, 12:04

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Rei caído
Imagem

*A mão estendida do Rei caído transformou-se na lâmina lefeu. O ex-anão a exibiu de forma não ameaçadora, deitada na horizontal, exibindo a deformação corrupta.*

- Somos o mesmo, menino.

*Ergueu-se e caminhou para as sombras. Compadecia-se da fome... Sentia a familiaridade na criança. Poderia guiá-la e ser guiado por ela. Eram um afinal.
Tudo é lefeu. E nada o é. Ao chegar lá, sorriu. O olhou de cima e repetiu mais uma vez*


- Venha. Vamos alimentá-lo. Vamos descobrir juntos até onde podemos ir. Como uma família. Como lefeu.

*E então fixou o olhar mais uma vez*

- Venha.
Tribo Scarlata

- Crônicas da Tormenta (on): Rakim Barba de Fogo
- Crônicas Artonianas (on):Nyha Mikhal/ Dietrich
- Herdeiros da guerra(on):Jinx, Cruzado da ordem dos Cabeças de Dado
- Theotanatus(on): Helden, O rei caído
- Aurora Carmesin(on): Scarlata Jihad / Jihad da areia vermelha
Avatar do usuário

Mensagens: 11442

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 10 Jan 2018, 16:51

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Estavam lutando com honra, mas logo morreriam como todos. Fugir não era uma escolha honrada e Akira sabia disso.

- Temos que voltar para um lugar mais civilizado, mas agora devemos lutar. Midori me faça voar mais uma vez, preciso de minha espada e erga todas as suas defesas místicas.

Midori nada fala, era inútil tentar convencer sua amiga do contrário. Logo asas verdes brotam das costas de Akira e ela alça voo até onde estava sua arma e Midori faz o mesmo consigo erguendo uma série de resistências mágicas e de seu sangue.

Após isso ela voa até o conjurador sem ser vista.

Usei voo na Akira e na Midori, e na Midori usei Reflexos, Armadura e Escudo Arcano e Pele de Árvore. Total de +19 na CA. Vontade para usar Pele de Árvore em área não natural foi 39 e Midori vai tentar ser furtiva para chegar até o mago com seu maravilhoso 29 no teste
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 1636

Registrado em: 13 Jan 2014, 19:00

Mensagem 11 Jan 2018, 19:45

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Gilliard

- Muito bem.- Ele ouviu a voz de Din'an sussurrar ao seu ouvido, mas quando olhou para trás, estava sozinho. Apenas sombras manifestadas pelas rochas desniveladas. Mas ele não tinha tempo para se preocupar com aquilo. Ouviu as grandes portas duplas do salão sendo abertas, e apenas os silêncio do outro lado.

- Espero que tenham salvo algo para mim, porque eu estou realmente animado para uma boa luta agora e... O que caralhos aconteceu aqui?- Uma voz masculina se manifestava, o ânimo inicial se perdendo no fim da frase. Gilliard olhou. Era um homem de cabelo prateado comprido, preso em uma trança. Seu corpo estava coberto de sangue que não era dele, e ele carregava consigo uma lâmina curva que era demasiadamente grande para ele. - Hey, você, elfo, o que aconteceu aqui? Me disseram que o general estava aqui e... O que diabos é esse buraco?!

Gilliard não podia evitar a confusão.

_______________________

Zlaahael

Ao absorver a alma do hobgoblin, Zlaahael viu, por fim, o que há tanto queria ver. Viu Tanya. Viu os anos que ela passara aos pés de Holgor. O servindo como sua prisioneira e escrava pessoa. Viu como ele a torturava executando elfos diante dela, como ele a fazia sofrer toda vez que a tocava com seus dedos sujos. Viu o inferno que sua amada fora forçada a sofrer, cada segundo daqueles longos anos um tormento. E ele viu também outro elfo. Um plebeu, capturado das ruas de Lennórien no ataque enquanto tentava proteger seus pais, irmãos e amada. Viu quando ele foi capturado e jogado em um calabouço com outros elfs. Viu quando, após meses de fome, o elfo um jovem careca, pálido e de aspecto morto, assassinou e devorou os outros prisioneiros de Holgor enquanto o general observava. Viu aquele mesmo elfo fazer um atentado quase bem sucedido contra o próprio Holgor pelos olhos do hobgoblin, e como o sangue negro escorria de sua garganta enquanto o elfo o matava, e como o general nunca se recuperara do ferimento. Ele viu o ódio nos olhos do elfo enquanto ele espancava Tanya, achando que o general hobgoblin estava morto aos seus pés. E então ele viu Ironfist. Ele viu Ironfist acolhendo o elfo que quase matara Holgor e sua escrava pessoal. Ele viu aquele elfo treinar hobgoblins como sua própria tropa. Ele viu o elfo se tornar a mão esquerda de Ironfist, e ele viu a raiva de Holgor. Ele viu os planos do general hobgoblin de derrubar Ironfist em vingança. Ele viu que o general preparava suas tropas para atacar Lennórien, quando aquele mesmo elfo voltou. Dizia que interceptara um ataque do movimento de Vingança Élfica. E Zlaahael viu quando aquele mesmo elfo trouxe o que chamava de um "Presente de Gaardalok". Um anel, que fizera Tanya colocar. Ele viu o anel corromper a forma torturada e depressiva da princesa, marcas negras surgindo em seu corpo. E ele viu Tanya se ajoelhando diante daquele elfo, e a falta de expressão que o mesmo apresentava. E Zlaahael sentiu o ódio que Holgor sentia ao ver um mero elfo lhe dando ordens e controlando seus pertences. E ele viu os planos de revolta de Holgor, interrompidos pela Vingança. E ele se viu nos olhos do general. E como Holgor, ele viu a própria morte.

- E então, Aranarth... Gostou do que viu?- As sombras perguntavam. As visões eram confusas, faltavam lacunas. Sua mente estava caótica.

Holgor carregava consigo Ehankallar, o símbolo em forma de arma da família real élfica. É uma Espada Grande Afiada de Mitral Flamejante +4; e Muralha Reversa, um Escudo Torre Animado do Esmagamento +3 que pode 3/dia refletir um ataque de um inimigo em sua totalidade


_________________________


Akira e Gatrius



- A criança e a bípede retornam para o campo... Terei de matá-la quantas vezes hoje? - Akira ouvia o deus se manifestando em sua cabeça, enquanto chamas negras, não naturais, surgiam em sua boca. Eram como um buraco negro, absorvendo a luz ao redor. Gatrius observava aquilo e não conseguiu evitar um medo primal. Olhou instintivamente para a marca do eus em sua mão. El queimava mais forte. O que diabos aquilo queria dizer? O deus interrompeu seus pensamentos, quando manifestou aquele inferno de escuridão e sombras de sua boca.

- Atrás de mim!- Rosnou Alexander, enquanto conjurava uma barreira ao redor dele, Gatrius e da garota que carregava correntes, a mesma com quem o minauro havia conversado antes e se auto-intitulado Vazia. Só agora o minauro reparara que ela possuía traços não exatamente humanos. Um rabo de coelho que se manifestava para fora da calça era talvez o mais notável. Mas aquela não era a hora de pensar nisso. O inferno choveu sobre eles, e apenas a barreira de Alexader os salvou d que ele sabia ser a morte certa. O minauro aproveitou a abertura e atirou duas flechas. Auxiliado pela magia de seu aliado, uma das flechas de Gatrius atingiu Verhägnis, e pela primeira vez o deus pareceu ter sofrido dano. A flecha se cravou em sua carne, quebrando escamas divinas. Mesmo Gatrius se surpreendeu. Não deveria ter causado tanto estrago. O que diabos havia ocorrido? A marca queimava mais forte.

Os outros aliados agora atacavam a criatura pelo ar. O homem cobra com vários braços havia se teleportado para as costas do dragão, enquanto a mulher meio orc e o outro homem voavam com ajuda de magia, assim como Balgruuf.

Akira se via voando junto de outros três. Um homem enorme e musculoso, com uma juba loira na cabeça e um enorme machado nas mãos, além de asas vermelhas e escamosas nas costas. Uma meio orc que carregava uma lança e parecia voar auxiliada por magia, e um homem de peito nu e pele alva, que não carregava armas e parecia saltar no ar. Ela não fazia ideia de como aquilo iria ajudá-los.

O deus parecia esperar o que eles fariam, curioso. Como se aquilo fosse um jogo.


Verhängnis
-> Gatrius
Akira
Midori

Os aliados de Gatrius agem entre os turnos de cada um.


________________________

O Rei Caído

A criança saiu novamente das sombras e se aproximou do Rei. Mas havia algo estranho naquele indivíduo. As intenções dele não pareciam tão boas. Como um lobo, el se aproximou, selvagem, sem confiar. Dentes pontiagudos se exibindo. A cabeleira negra e comprida em sua cabeça traía sua selvageria e o dava a aparência real de um animal. Era fascinante. Ele observou a mão do Rei Caído e rosnou. Não parecia saber falar. Mas não se afastava mais.
Alguns passos para frente, e agora ele estava a menos de três metros do Rei.
Editado pela última vez por Maggot em 12 Jan 2018, 10:40, em um total de 1 vez.
Imagem
- Six shots...
#FreeWeizen
Avatar do usuário

Mensagens: 2427

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:14

Localização: Penápolis/SP

Mensagem 11 Jan 2018, 22:05

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Zlaahael tirara toda informação possível que queria de Holgor naquele curto espaço de tempo. Sentiu o gosto do sangue na boca, mal percebendo que havia mordido o próprio lábio para conter a raiva que sentira ao ver a tortura à sua amada. Mas depois de ver a sina do general, poderia rir da situação do mesmo se não sentisse a urgência em encontrar Tanyantalaria. Aproveitou a separação dos itens do general para ir reorganizando a própria mente, colocando as memórias em seu devido lugar e interpretando-as com o conhecimento que tinha. Então a criatura lhe questionou sobre o que vira e com os itens separados à sua frente no chão, abaixado sobre um dos joelhos e sem tirar os olhos dos espólios, tinha uma oportunidade ótima de reafirmar o que havia visto.

- O desgraçado planejava trair Thwor. Estava lançando uma ofensiva contra Lenórienn. - Conta, mal acreditando na ironia de tudo aquilo. Suas mãos tremiam enquanto ele tentava segurar o impacto de tanta informação de uma vez. - Ele criou um monstro. Um elfo que pensa que é hobgoblin. Age como um. O maldito se tornou um canibal e virou um soldado dos hobgoblins. - O nojo estampado em sua face. - Mas por uma ironia, esse elfo-monstro acabou se tornando um imediato de Ironfist. Ele estava acima de Holgor e isso instigou o desejo por vingança. Um elfo-monstro, mas ainda um elfo... Acabou causando dissidência dentro da Aliança Negra. Curioso, não? - Então, depois de concluir, a verdade chocante bate em sua realidade, suor frio em seu rosto e pela primeira vez uma hesitação, dúvida em como agir. - E ela... Ela está viva. Sob uma influência maligna de um anel, mas viva. Preciso ir até ela imediatamente! Antes que algo aconteça... - Encontra sua resolução.

- Então, parente.. - Se levanta, ajeitando a espada élfica no corpo e segurando o escudo, enquanto o seu próprio flutuava ao seu lado. Depois observa em volta tentando encontrar a presa de Holgor, que iria adicionar à sua tira de presas. - Por onde posso voltar? - Questiona de maneira séria, ainda que serena, sem agressividade. - Não quer isso mesmo? - Mostra o escudo que acabara de pegar do inimigo. - Gostaria de poder falar mais, mas no momento existe alguém muito importante que preciso encontrar, antes que a situação piore. Provavelmente nos reencontraremos em breve, visto que não devo invadir Lenórienn pela porta da frente. Se isso lhe diverte, ao menos acredito, baseado nas informações que tenho, que em Lenórienn há um vestígio e também Thwor Ironfist. Muita diversão espera por lá. - Dá de ombros e então olha a sua volta, impaciente. Precisava encontrar Tanyantalaria urgentemente. Não sabia se Gilliard evitaria atacá-la como fizera no início da batalha.


ZLAAHAEL
-[ PVs: 249/311
-[ Energia: 3/3
-[ CA: 57
-[ RD: 17 (10/adamante)
-[ Modificadores Ativos:

-----[ Alma de Telumendil ~ +2 CA, RD +5/-, 25% Fortificação
-----[ Desafio de Cavaleiro ~ Integridade Maior: +3 CA e resistências
-----[ Artefato ~ Sangue de Ferro: +4 For, RD +10/adamante, 5º de 23 turnos
-----[ Mobilidade/Avançada: +2 CA e resistências
Editado pela última vez por Rick em 13 Jan 2018, 09:01, em um total de 1 vez.
Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 823

Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Mensagem 12 Jan 2018, 23:54

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Rei caído
Imagem

*Dentro de seu manto de matéria vermelha, ele ergueu as sobrancelhas. Era mesmo como uma fera. Tão jovem e tão lefeu... Magnifico. Procurou entre suas coisas, algum alimento que possuía. Vez ou outra ainda degustava de alimento artoniano apenas por capricho saudosista. Retirou um pedaço de carne e ofereceu ao garoto.*

*Não atirou aos seus pés, pois não temia suas presas e nem estava se submetendo a ele*

*Não foi até ele, pois era o contrário que devia acontecer*

*Manteve a comida erguida, para que ele farejasse e tomasse ele mesmo. Era um sinal de oferecer confiança*


- Eu sou o Rei Caído. Como devo lhe chamar? Sim.. Encontrarei um nome para você...

*E seu interesse crescia cada vez mais*
Tribo Scarlata

- Crônicas da Tormenta (on): Rakim Barba de Fogo
- Crônicas Artonianas (on):Nyha Mikhal/ Dietrich
- Herdeiros da guerra(on):Jinx, Cruzado da ordem dos Cabeças de Dado
- Theotanatus(on): Helden, O rei caído
- Aurora Carmesin(on): Scarlata Jihad / Jihad da areia vermelha
Avatar do usuário

Mensagens: 11442

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 13 Jan 2018, 15:20

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Akira para o dragão diretamente enquanto pega sua Nodachi fincada onde havia morrido. Não havia raiva e nem ódio, Akira apenas desprezava a criatura sem honra diante de si.

- Só há Honra!

Grita Akira enquanto Midori voa sem rumo, mas consegue ser salva pela magia do mago. Vendo Akira em campo aberto encarando o Dragão, Midori tenta acertar a criatura, mas erra.

Peguei minha espada e tentei usar Olhar Assustador, rolei 30 e Midori tentou um ataque usando seus PMs restante em um Ataque Mágico dando 32. Ambas tentativas falhas
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 3387

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 14 Jan 2018, 14:04

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Gilliard sacou rapidamente mais dois frascos de poções de sua bandoleira, bebendo num gole só cada um, depois arremessando os frascos para o canto, quebrando-se contra a rocha fria e irregular. Seu olhar, então, pouso-se no homem de cabelos prateados em sua frente, enquanto se abaixava para apanhar sua adaga que havia largando no cão. Endireitou-se, de cenho franzido, armas em punho, porém abaixadas, mas ainda pronto para continuar lutando, seja lá quem fosse aquela figura.

- Você chega gritando e fazendo perguntas... Mas não diz quem é. Quem é você?

60 pontos de vida recuperados



PV's 124/151; CA 49/47; CON 18, INT 28; Escudo arcano 4 rodadas; Vigor do Urso 5 rodadas; Astúcia da Raposa 5 rodadas; Velocidade 7 rodadas.

Magias de Mago Preparadas: 1° - ataque certeiro, toque chocante, mísseis mágicos, arma elemental x2; 2° - proteção contra flechas (acelerado), choque estático; 3° - toque chocante maior, relâmpago, velocidade; 4° -ardil do guerreiro, ataque certeiro maior.

Item de Poder:
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 1636

Registrado em: 13 Jan 2014, 19:00

Mensagem 15 Jan 2018, 10:41

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Gilliard

O homem pareceu genuinamente chocado, quase ofendido, com a pergunta de Gilliard:

- Espera, o Aranarth não falou meu nome pra vocês? Que droga, achei que estavam me esperando. Eu sou o homem que derrotou o deus dragão samurai de Tamu-Ra. O homem que derrotou Zlaahael Aranarth.- Ele apontou para si mesmo com o polegar e quando seu cabelo se moveu, Gilliard pôde reparar a diferença entre seus olhos. O olho direito do homem era completamente vermelho, e sua esclera começava a se enegrecer nas extremidades, dando-lhe um ar ainda mais desbalanceado, uma aura de insanidade e violência. - Eu sou Lucius, o eterno. E se minhas pesquisas dos melhores lutadores da sua ordem estiverem certas você deve ser... O Relâmpago Azul de Myrvallar não é? Galliard, ou algo assim. - Ele chutou uma pedra no chão. - Então... Não deixaram nenhum dos caras fortes pra mim não é? - Ele fez um muxoxo. - E você não parece estar disposto a lutar uma batalha amistosa agora. - Ele se jogou no chão, sentando, a enorme lâmina presa em sua cintura se chocando contra o chão. - Que azar. Eu vim correndo o mais rápido que pude. Só Lennórien me resta agora.

_________________________

Zlaahael

- Uma guerra civil... Interessante. Deveria ter deixado que ele vivesse, meu caro. Seria um jogo muito mais divertido. Os sangues iriam correr pelas ruas de Lennórien mais uma vez, como nunca correram em minha época. - As bocas falavam com um som quase infantil. - Vocês gostariam de quando eu fundei esse reino. Quando os hobgoblins nos atacaram, nada foi mais... gratificante que matar suas mulheres e crianças e ver o terror e o ódio nos olhos de seus soldados. Possuíamos a ajuda de Oberon, rei as fadas, e sua Caçada Selvagem. Para cada elfo morto no primeiro ataque, derrubamos dez deles, e continuamos. - Ele ria. - Ah, me desculpe... Me perdi em nostalgia.

- Fique com suas quinquilharias. Essa espada um dia foi manejada por minhas mãos, mas hoje não mais me é interessante. Apenas um tolo confia sua vida à uma arma. Poder é aquilo que está em seu corpo. - E então os olhos se viraram para ele, estáticos, e as bocas riram. - E voltar? Aonde acha que estamos, Zlaahael Aranarth? - As sombras começaram a se dissipar, e o elfo viu que mesmo ainda estando em um túnel, agora era diferente. As paredes exibiam detalhes de mármore branco esculpido por mãos habilidosas. Escritas ritualísticas nas paredes.- Você disse que queria ver a cidade. Eu o trouxe para mais perto.

As sombras sumiram, assim como os olhos e bocas, mas Zlaahael agora observava o lugar ao seu redor. Era um templo subterrâneo. Um templo élfico.

- Bem vindo à Lennórien, Herenyaavar.

_________________

O Rei Caído

A criança selvagem se aproximou, trêmula... E então, como um lobo, avançou. Com uma mordida, pegou a carne que O Rei Caído oferecia, e se afastou, comendo. O Rei piscou, e então reparou que a criança havia levado dois de seus dedos junto. Não conseguiu evitar um riso, enquanto lefeu cobria o ferimento. Era um monstro que estava diante dele. Potencial ilimitado como artoniano e como lefeu.
A criança rosnou, e então se virou para ele, ainda mastigando a carne. Parecia confiar um pouco mais agora, se aproximando a passos lentos.
Imagem
- Six shots...
#FreeWeizen
Avatar do usuário

Mensagens: 242

Registrado em: 04 Jan 2014, 18:42

Mensagem 15 Jan 2018, 11:16

Re: Theothanatos: Requiem para os Deuses - Season 2

Um dos seus tiros havia acertado Verhägnis, mas parecia ter causado um dano minimo a couraça do dragão, eles tinham que tentar causar o máximo de dano enquanto estivessem em maioria, pois não sabia se ele ainda poderia dar aquele poderoso rugido que havia matado quase todo seu grupo, mas pelo menos agora não estavam sozinhos, o estranho que havia se aproximado de Verhägnis estava de pé e não parecia ser aliado do dragão, o que era ótimo, precisariam de todas as mãos necessárias para exterminar ele. Dessa vez Gatrius vai sacar apenas uma flecha e fazer mira com calma, disparar varias vezes a esmo não ajudaria se ele continuasse errando, então respirando fundo e mantendo o olho fixo no dragão, vai dar mais um tiro, tentando ignorar aquela marca que queimava em sua mão, e esperando que aquilo não fosse algo fatal. Apos o tiro vai correr mais, evitando ficar parado muito tempo no mesmo lugar.

OFF: Gatrius vai dar mais um tiro em Verhägnis (ataque 61; dano 56) e vai se mover mais 9m.
AnteriorPróximo

Voltar para Theothanatos: Requiem para os Deuses

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 1 visitante.