WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!


Avatar do usuário

Mensagens: 7552

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 13 Jan 2018, 17:02

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Rasalgheti afastou-se e Azog conteve um olhar de desdém. Tinha mais do que se preocupar que as idiossincrasias do paladino. Entraram no salão, Azog e sua esposa, e perceberam que somente a Imperatriz-Rainha, Shivara Sharpblade, estava presente. Ela os cumprimentou com entusiasmo.

Azog Irkhazog
Imagem
- Agradecemos a recepção, Vossa Majestade.

Elysande Castelmar
Imagem
- Esperamos que possamos encontrar uma solução para mais este problema.

Azog Irkhazog
Imagem
- Quem mais estará presente à reunião?
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Conde Patrácula (Hora de Aventura RPG)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Edvard Orelov (Mundo dos Deuses)
Éleos (Desafio dos Deuses TRPG)
Escudo (BnH Brazil Hen)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
GAV: ON FICHAS
MÁGIKA: ON FICHAS REGRAS
Avatar do usuário

Mensagens: 884

Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Mensagem 30 Jan 2018, 03:23

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

IBELIN

— E o que o leva a pensar que vai conseguir fazer isso com essas crianças? — disse, apontando com o rosto na direção dos experimentos.

Dr. Ethelgran
Imagem
Oh? Essas crianças?


*Ao virar-se de costas, Ibelin contorceu-se loucamente, puxando, arqueando a coluna, chacoalhando-se, vibrando e tudo o mais que fosse possível, até que o Dr. olhou para trás e ele voltasse a ficar completamente imóvel. Era possível ver um sinal de interrogação imaginário acima da cabeça de Ethelgran, antes dele se virar para continuar seu monologo (e consequentemente, para que Ibelin continuasse suas tentativas vãs).*


Dr. Ethelgran
Imagem
- Elas não serão crianças por muito tempo. São construtos feitos através da equação conhecida como "vida" . Homúnculos. Soldados de carne. Ah, Ibelin, meu amado filho, como eu cresci! Ao ser trazido a vida pelos clérigos de Thyatis, recebi uma nova missão de existência dos mesmos! Um destino! Um destino que só foi possível graças a essa guerra. Graças ao ataque de Werra!!


*Correu até um dos enormes containers e o abraçou*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Antes, a pesquisa de estrela negra, era mantida como projeto emergencial, secundário! E com a ascensão daquela vibora traiçoeira da Shivara, no lugar de nosso amado Mitkov, foi completamente banida! Ele ao menos entendia que até mesmo crianças são úteis na batalha! Mas não!! O argumento dela foi simples, mas venenoso: "Yuden já possui os melhores soldados do mundo, não precisamos daqueles criados artificialmente. Isso seria uma vergonha para a nação!". AGH!!! E eles aceitaram! TODOS ELES!!


*A voz velha de Ethelgran havia afinado e esganiçado, cheia de rancor e pirraçá*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Mas... Havia uma chance! O projeto poderia ser reativado, caso surgisse uma ameaça que mesmo Yuden não daria conta... E ela veio!!!! A rainha! Os generais! Os batalhões! Hordas de demonios! A traição dos servos de Keenn! HUHUBHUHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA!!!!!! AGORA ELES PRECISAM DE MEUS SOLDADOS! UM EXÉRCITO QUE NÃO SE CANSA! QUE NÃO TEME! QUE NÃO MORRE!!!!!!!!!!!!!!!!!! A SAL-VA-ÇÃO DE YUDEEEENN!!!


*Ele suava a ponto de suas vestes colarem no corpo. Pulava de um container a outro, os abraçando como a uma amante. Então olhou por cima do ombro,
apontando-os com as mãos e cabeças*


Dr. Ethelgran
Imagem
- Aqueles são os blindados! O mesmo tipo de Selene, você se lembra? Aço, fogo ou magia, não podem feri-los! A infantaria perfeita! Ali! Seus irmãos! Os infiltradores! Espiões, assassinos e batedores velozes, que retalham nossos alvos em segundos!! Também já tenho os demolidores! Se lembra de Blaze? Um poder destrutivo gigantesco, para varrer cidades inteiras! Foi esse tipo capaz de matar Selene, lembra! AAAAH! Logo mais teremos mais tipos!! MAS!! MAIS!
IBELIN! VOCÊ É O MAIS IMPORTANTE!


*Finalmente ele foi em sua direção, subiu por cima da maca e pos as mãos sobre suas costelas. Uma sensação asquerosa, capaz de lhe provocar ânsia de vômito*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Um general. Eles precisam de um general, Ibelin! Vocês, não são como as criações de meus colegas do grêmio dos médicos monstros! Vocês são mais!
Fusões alteradas a micro níveis! Celulares, sem vestígios das criaturas originais! E você, é o espécime supremo! Foi capaz de superar o labirinto de Valkaria e evoluir ao ápice!! POR FAVOR! POR FAVOR!! PERMITA-ME COMPLETÁ-LO!


*Então, num ato quase suicida, soltou suas amarras*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Você precisa de poder não é? Para vencer esta batalha! Eu vou lhe dar! Você é o único entre todos, capaz de receber a cirurgia final e se tornar o Estrela Negra! Um mega-soldado, nascido da mistura quimérica de blindados, demolidores e infiltradores! Terá o poder de Selene em você! E de seu odioso inimigo também! Será INVENCÍVEL!! E liderará esse exército perfeito! Imagine as possibilidades?


*Lágrimas. Começou a chorar*

Dr. Ethelgran
Imagem
- Você vencerá Werra! Depois? Poderá tomar Yuden! Ser o novo rei! Depois o mundo!! E tudo que eu quero é assistir! Saber que foi minha criação quem se tornou a arma suprema! Vamos! Aceite! Eu farei a cirurgia imediatamente! Receberá todos esses poderes de imediato!! ACEITE MEU FILHO!!


E ai? Aceita novos implementos e poder? =3


________________________________________________________________________________

LINUS

*Ao tomar o objeto em suas mãos, o reconheceu como um pequeno relógio de bolso*

Imagem

*Ao tocá-lo, inscrições antigas e códigos mágicos pulsaram do objeto - o qual Linus o identifica como o detentor de uma abismal quantidade de energia mágica - e o mesmo explodiu em um brilho mágico que evolveu o arquimago. Um segundo depois, em meio ao clarão dourado, o relógio se abriu e diante de Linus, como se pintado em sua mente, ao vivo e a cores, a seguinte imagem seu desenhou, trazendo um sentimento saudosista de dor, culpa, vingança... e amor*

Imagem


*Seus olhos se arregalaram. Seu peito doeu. A voz falhou. Então o relógio foi tomado de sua mão no mesmo instante que um soco lhe atingiu a face*

Gen. Hadrian
Imagem
- NO QUE ESTAVA PENSANDO, SEU DESGRAÇADO!!!!!!


*O soco parecia ter rachado a maçã de seu rosto e o impacto com o chão foi doloroso. O sentimento e a imagem haviam sumido de sua mente. Restava apenas a lembrança, de tudo o que foi*

Gen. Hadrian
Imagem
- TOCAR OS PERTENCES DE UM GENERAL YUDENIANO É CRIME, MAS TENTAR USURPAR UM DE SEUS ITENS MÁGICOS É PASSÍVEL DE EXECUÇÃO SEM JULGAMENTO!!


*Com uma máscara de raiva, sacou a espada! Feroz, parecia prestes a combatê-los. Seus olhos haviam ativado, denunciando o perigo e gritando para que se defendesse. A luta parecia inevitável... Mas então, Hadrian, apenas bufou e embainhou a espada*

Gen. Hadrian
Imagem
- Tsc...! Esqueça!


*Olhou o relógio em sua mão e voltou a colocá-lo no pescoço. O olhou uma ultima vez e virou-se de costas*

Gen. Hadrian
Imagem
- A reunião com a rainha imperatriz me espera. Não tenho tempo para isso. Dessa vez, escapará. Aproveite, e venha comigo. Creio que seu general tenha sido convidado. Creio que achará tudo interessante.


*Completamente mudado, como que dá água pro vinho, restaurou a compostura e caminhou em direção a fortaleza. Em você restava confusão, dor na face... e uma nova magia no repertório*

Aprendeu a magia:

REVIVER LEMBRANÇÁ
Custo: 5 pms
Alcance: Toque
Duração: Sustentável
Efeito:

Você é capaz de reviver lembranças vividas por você ou seus alvos. Desde memória felizes a traumáticas. Até mesmo aquelas bloqueadas pelo subconsciente. Esta é uma magia rara, sendo nativa de algum dos reinos dos deuses. Seus usos podem ser limitados a visitar o passado perdido... Ou infinitos usos em mãos perspicazes Caso deseje reviver uma lembrança própria, nenhum teste é necessário, basta utilizar a magia e até mesmo a memória de seu nascimento pode ser devolvida. Uma vez utilizada contra um alvo RELUTANTE, ele possuirá direito a um teste de R.

Caso falhe, terá acesso a UMA de suas lembranças. Caso obtenha sucesso, poderá refazer o teste, lhe dando um bônus de R+1. Desnecessário dizer que se o alvo permitir que a lembrança seja recuperada, nenhum teste será realizado.

O que fará?


________________________________________________________________________________

RAS

" E o que faz você pensar que vou te ajudar? Você invadiu meu lar, corrompeu meus pares, contaminou meu mundo e roubou incontáveis vidas. Até onde vejo, não tenho razão alguma para agir em seu favor."

Imagem
- Tem razão. Nenhuma. Pode ir embora.


*Virou-se de costas, assistindo a corrupção da tormenta. Atrás do paladino, um portal abriu-se, revelando uma passagem direta para Warton*

Imagem
- Mas antes de ir... Uma dúvida... Você serve ao panteão... Quando a tormenta se tornar parte dele... Nos ajudará também?


*Olhou séria por cima do ombro*

Imagem
- Ah sim... Um presente.


*Em sua cintura, surgiu o cabo vermelho de uma espada. Mais nada. Sem lâmina ou guarda. Apenas uma colossal pressão venda dele, cheia de loucura e poder*

Imagem
- Caso precise... Lhe darei o poder. Assim como os deuses forjaram espadas a você... A tormenta o fez também. Quando precisar... será seu. O poder.


*Quando olhou de volta a ela, não havia mais tormenta. Só Warton. A realidade comum. Tudo fora lento... Mas rápido demais. E você estava atrasado para uma reunião*

Recebe AZATHOT, espada da tormenta. Nível de poder: Kiodai.
As demais informações serão reveladas ao ser desembainhada.



_____________________________________________________________________________________

AZOG

"Quem mais estará presente à reunião?"

*Antes que a resposta viesse, as portas foram escancaradas. Ao centro delas, uma anã de cabelos e barba ruiva adentra o local, com um grande sorriso no rosto e um martelo ainda maior no ombro*

DOROTHYR, A BIGORNA DIVINA
Imagem
-OHAAA!!! PENSEI QUE SERIA A PRIMEIRA, MAS VEJO QUE A IMPERATRIZ SE ADIANTOU!! E VEJAM SE O LENDÁRIO AZOG NÃO ESTÁ AQUI TAMBÉM? DEIXE-ME APRESENTAR! CAMPEÃ DA GUILDA DOS CERVEJEIROS E FORJADORES! DOROTHYR, A BIGORNA DIVINA!!! EX-MORADORA DE DOHERIMM, DEHEON E ATUALMENTE,
REPRSENTANTE DE ZAKHAROV!!! MUITO PRAZER!! SE PRECISAREM DE EQUIPAMENTOS OU ENGENHOS DE BATALHA, É SÓ FALAR COMIGO!! AHAHAHA! BORA BEBER!!


*O guarda atrás dela, tinha o rosto vermelho, uma marca de beijo na bochecha e uma caneca cheia de uma bebida escura, provavelmente a famosa DOKA KOLA, vendida pela anã em tavernas de toda Arton. Mal ele teve tempo de apresentar os membros e eles foram entrando um a um*

Evangeline Escama de ferro / A sem sangue / O escudo do reino.
Imagem
- Srta Dorothy, mais decoro por favor. Estamos diante da realeza. Há protocolos de comportamento. Não viemos farrear.


*Um tanto mais conhecida, Evangeline, uma das cadeiras responsáveis pelo PROTETORADO DO REINO. Conhecida por suas façanhas heroicas, reza a lenda a que ninguém nunca a viu ser ferida. Devido a isso, suas inúmeras alcunhas relacionadas a intocabilidade*

Agatha, Líder da companhia dourada
Imagem
- Tsc... Membros do protetorado e seu blablablabla certinho. O que importa é que a TODA PODEROSA YUDEN, precisou da ajuda de PORTSMOUTH. E a pedido de DEHEON! HA! QUE PIADA!


*A companhia dourada. O exército mercenário mais poderoso (e mais abusivamente caro) do mundo. O lado que os contrata, vence a batalha. Reza a lenda (e afirmam alguns fatos) que estiveram presentes em algumas das batalhas mais memoráveis de Arton e sempre no lado vencedor. Seus mercenários são profissionais, eficiente e sangue frio. Não há moralidade, apenas um trabalho a ser feito*

Sir Indrael
Imagem
- Dinheiro não lhe terá valor, Portsmouth, se demônios reinarem no mundo.


*De Belefeld, Indrael, lider do exército dos cavaleiros da távola sagrada. Um "exército" composto de 12 cavaleiros apenas. Uma força reunida pelo próprio Sir Thoren, após a derrota do reino de Belefeld para a corrupção da tormenta, seguido da vitória de Orion sobre uma das áreas. Em suas palavras: "Números não fazem a batalha. Se um homem, pode salvar o mundo, mostrarei o que posso fazer com doze". Nascia a assim, uma elite poderosa, composta por homens e mulheres treinados por ele mesmo. Dizem que sua força poderia facilmente varrer uma legião de minotauros... Ou bater de frente com a companhia dourada.*

Garanhão Negro
Imagem
- Ooooxe... Mas que lezera macho... Num é assim que se fala com uma dama não...


*O "click" do engatilhar de uma arma, deixa todos tensos, quando o homem de Namalkah aponta sua PISTOLA para cabeça do cavaleiro, como se fosse a coisa mais normal do mundo. Este último sequer se mexer, a não ser pelo fechar dos dedos ao redor do cabo da espada. Garanhão negro é como o conheciam no reino dos cavalos. Um herói tão lendário, que a ele foi dada a permissão especial de carregar armas de fogo em público, sem questionamento. Junto de seu cavalo, Thompson, já cuidou de lichs, dragões, deuses menores e outras ameaças a seu reino natal.*

Shivara Sharpbalde, Rainha-Imperatriz
Imagem
- Chega.


*A rainha ergue a voz apenas um tom, mas fora como se um trovão explodisse ao centro de um céu ensolarado de uma manhã serena. Todos viraram a cabeça em sua direção e se curvaram.

Shivara Sharpbalde, Rainha-Imperatriz
Imagem
- Tomem seus lugares. Os generais de Yuden estão a caminho. Tão logo cheguem, iniciaremos. Até la, repousem. Em silêncio.


*E foi obedecido. Ela acenara a todos que atenderam seu pedido, mas deixava clara a sua autoridade. Um lugar fora oferecido a Azog e também a sua esposa. Todos os reinos aliados sentariam no lado esquerdo da grande mesa do conselho, deixando os lugares a direita disponíveis para o representantes do próprio reino*

Shivara Sharpbalde, Rainha-Imperatriz
Imagem
- Aos que vieram comigo, permitam-me apresentá-los a Azog Irkhazog. O Infante. Libertador de Valkaria. E hoje, príncipe representante de Kalevala. É uma grata surpresa tê-lo aqui conosco e graças a sua presença, uma vitória contra um dos generais inimigos já fora conquistada. Junto dele, sua esposa, a princesa Elysande. Eles se juntarão a nós como...


Imagem
- Objeção... Vossa Majestade.


*Shivara ergueu seus olhos, quando da porta, surgia a comitiva de Yuden. Um homem em armadura completa e longa idade esculpida no rosto, cruzou o salão sem qualquer cumprimento e tomou um acento, logo ao lado da Rainha-Imperatriz, sem qualquer cerimônia (além da mesura formal... um tanto mal feita)*

Shivara Sharpbalde, Rainha-Imperatriz
Imagem
- General ZoldIvIer. Que bom que enfim se juntou a nós - Disse ríspida - Creio que seu argumento sobre a objeção a adesão de uma poderosa força a nossas fileiras deve ser impressionante e inquestionável, para que a urgência o faça me interromper. Por favor, prossiga.


Imagem
- Ah... mas ele é, majestade. Podemos aceitar o auxilio de Belefeld. É o minimo que nos devem por ajuda no passado. Portsmouth e Zakharov são nossos aliados de longa data. Namalkah nos fornece as melhores montarias. Mas...


*Sua expressão muda completamente. Da postura séria e rispida, para a irônica e provocativa*

General Zoldivier
Imagem
- POR QUE DEVÍAMOS ACEITAR A ESCÓRIA HOBGOBLIN LUTANDO AO LADO DE NOSSOS HONRADOS HOMENS? VINDO DE UM REINO INDEPENDENTE, UMA TRIBO SUPERPOPULADA DE BÁRBAROS, QUE TRAÍRAM A PRÓPRIA ESPÉCIE DA ALIANÇA NEGRA! SE NÃO CUIDAM SEQUER DOS SEUS, COMO PODEMOS ARRISCAR TER UM DELES PERTO DOS NOSSOS? ISSO CLARO, SE NÃO FOR UM ESPIÃO DA ALIANÇA NEGRA, APENAS ESPERANDO PARA NOS ATACAR DE AMBOS OS LADOS. SEJA QUAL FOR O CASO, NÃO-PRECISAMOS-DE-VOCÊ, PORCO ALBINO!!


*Dorothyr o olhou com raiva. Garanhão Negro e Agatha encararam Azog em dúvida. Evangeline balançou a cabeça negativamente. Indrael se manteve imóvel. E Shivara... Direcionou o olhar para Azog e esperou. Permitiu resposta. Um teste talvez? Impossível decifrá-la... Apenas sabia, que era sua deixa.

Ou estabeleceria seu lugar aqui e agora, ou sua fama de herói seria superada pelo estigma de sua raça. Boa fama ou má fama, qual irá prevalecer? [

*A porta, Hadrian chega, mas nada diz. Assim como os demais, apenas observa a situação*



Gen. Hadrian
Imagem
- ...


O que fará? [/b]

Pode utilizar livremente Elysande e Azog. Se Linus acompanhou HADRIAN, também está ali com ele e pegou a ultima fala de Zoldivier. Se tentou qualquer ação o envolvendo, aconteceu antes de chegarem ali. Divirtam-se =D


Tribo Scarlata

- Crônicas da Tormenta (on): Rakim Barba de Fogo
- Crônicas Artonianas (on):Nyha Mikhal/ Dietrich
- Herdeiros da guerra(on):Jinx, Cruzado da ordem dos Cabeças de Dado
- Theotanatus(on): Helden, O rei caído
- Aurora Carmesin(on): Scarlata Jihad / Jihad da areia vermelha
Avatar do usuário

Mensagens: 569

Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55

Localização: Porto Alegre, Namalkah

Mensagem 30 Jan 2018, 12:25

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Ibelin sustentou a conversa com o repulsivo cientista.
- Elas não serão crianças por muito tempo. São construtos feitos através da equação conhecida como "vida" . Homúnculos. Soldados de carne. Ah, Ibelin, meu amado filho, como eu cresci! Ao ser trazido a vida pelos clérigos de Thyatis, recebi uma nova missão de existência dos mesmos! Um destino! Um destino que só foi possível graças a essa guerra. Graças ao ataque de Werra!!

A cada minuto que passava, Ibelin pensava novamente em como era revoltante que à uma criatura miserável como aquela fosse dada a benção da ressurreição, enquanto alguém como Selene, que não merecia nada além de uma vida confortável ao seu lado, teve negada pelos deuses sua chance de voltar.

— E por que os clérigos de Thyatis o trariam de volta à vida? Quem fez... quem pediu a eles que fizessem isso?

Depois de matar Ethelgram de um modo que garantisse a destruição de seu espírito, daria fim também à maldita pessoa responsável pelo seu retorno.

- Mas... Havia uma chance! O projeto poderia ser reativado, caso surgisse uma ameaça que mesmo Yuden não daria conta... E ela veio!!!! A rainha! Os generais! Os batalhões! Hordas de demonios! A traição dos servos de Keenn! HUHUBHUHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA!!!!!! AGORA ELES PRECISAM DE MEUS SOLDADOS! UM EXÉRCITO QUE NÃO SE CANSA! QUE NÃO TEME! QUE NÃO MORRE!!!!!!!!!!!!!!!!!! A SAL-VA-ÇÃO DE YUDEEEENN!!!

— Me recuso a acreditar que Shivara aprovaria algo assim — resmunga o guerreiro, não segurando um tom de raiva crescente em sua voz.

- Aqueles são os blindados! O mesmo tipo de Selene, você se lembra? Aço, fogo ou magia, não podem feri-los! A infantaria perfeita! Ali! Seus irmãos! Os infiltradores! Espiões, assassinos e batedores velozes, que retalham nossos alvos em segundos!! Também já tenho os demolidores! Se lembra de Blaze? Um poder destrutivo gigantesco, para varrer cidades inteiras! Foi esse tipo capaz de matar Selene, lembra!

O que?... Como ele pensa em falar sobre isso novamente, com essa frieza...

AAAAH! Logo mais teremos mais tipos!! MAS!! MAIS!
IBELIN! VOCÊ É O MAIS IMPORTANTE!

- Um general. Eles precisam de um general, Ibelin! Vocês, não são como as criações de meus colegas do grêmio dos médicos monstros! Vocês são mais!
Fusões alteradas a micro níveis! Celulares, sem vestígios das criaturas originais! E você, é o espécime supremo! Foi capaz de superar o labirinto de Valkaria e evoluir ao ápice!! POR FAVOR! POR FAVOR!! PERMITA-ME COMPLETÁ-LO!

Mas o que ele...

*Então, num ato quase suicida, soltou suas amarras*
- Você precisa de poder não é? Para vencer esta batalha! Eu vou lhe dar! Você é o único entre todos, capaz de receber a cirurgia final e se tornar o Estrela Negra! Um mega-soldado, nascido da mistura quimérica de blindados, demolidores e infiltradores! Terá o poder de Selene em você! E de seu odioso inimigo também! Será INVENCÍVEL!! E liderará esse exército perfeito! Imagine as possibilidades?

*Lágrimas. Começou a chorar*
- Você vencerá Werra! Depois? Poderá tomar Yuden! Ser o novo rei! Depois o mundo!! E tudo que eu quero é assistir! Saber que foi minha criação quem se tornou a arma suprema! Vamos! Aceite! Eu farei a cirurgia imediatamente! Receberá todos esses poderes de imediato!! ACEITE MEU FILHO!!

Ibelin, agora livre das amarras, olhava fixo para o teto, em um expressão indecifrável. Moveu-se, sentando lentamente na maca, o que fez o cientista recuar um passo, com medo.

O guerreiro sorriu. Gargalhou. Olhou as crianças nos tubos e riu ainda mais. Olhava para o cientista, que mantinha uma expressão de dúvida e antecipação em meio à loucura evidente, e ria. Levou uma das mãos à cabeça, enquanto terminava seu riso. Voltou à expressão séria, mas com um ar jovial, como se o peso dos anos e das amarguras já não mais existissem.

— Quais seriam as consequências, velho louco? Em que eu me tornaria? Quanto poder eu receberia? Que poderes seriam esses?

Pousou as mãos sobre as pernas e olhou para Ethelgran, esperando sua resposta. Ainda havia um traço de sorriso em seus lábios.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir
Avatar do usuário

Mensagens: 5494

Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Mensagem 31 Jan 2018, 13:06

Rasalgheti Solaris

Imagem
- Tem razão. Nenhuma. Pode ir embora.

*Virou-se de costas, assistindo a corrupção da tormenta. Atrás do paladino, um portal abriu-se, revelando uma passagem direta para Warton*
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Não preciso da sua permissão.

Ele acenou enquanto caminhava para longe.
Imagem
- Mas antes de ir... Uma dúvida... Você serve ao panteão... Quando a tormenta se tornar parte dele... Nos ajudará também?

*Olhou séria por cima do ombro*
Ele virou-se para ouvir e sorriu.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Você? Parte do panteão? Só por cima do meu cadáver sem vida!

Imagem
- Ah sim... Um presente.

*Em sua cintura, surgiu o cabo vermelho de uma espada. Mais nada. Sem lâmina ou guarda. Apenas uma colossal pressão vinda dele, cheia de loucura e poder*
Imagem
- Caso precise... Lhe darei o poder. Assim como os deuses forjaram espadas a você... A tormenta o fez também. Quando precisar... será seu. O poder.

Rasalgheti Solaris
Imagem
- Eu não preciso disso. Desista! Você nunca irá me definir, nunca irá me completar, nunca irá me controlar e nunca irá me derrubar! Eu sou mais forte! Mais forte que você!

*Quando olhou de volta a ela, não havia mais tormenta. Só Warton. A realidade comum. Tudo fora lento... Mas rápido demais. E você estava atrasado para uma reunião*

O imortal caminhava a passos largos a caminho da reunião. Entrou no salão esbarrando em Hadrian e empurrando a porta de forma escandalosa.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Shivara!

Continuou a caminhar em direção a Imperatriz quando notou o rosto de Zoldivier.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Alguém traga comida para esse homem! Ele está parecendo um esqueleto mal humorado de armadura!

Depois continuou seguindo até Shivara.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Shivara! O que significa isso?

Ele apresentou a empunhadura vermelha, sem lâmina ou guarda para a imperatriz.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Uma manifestação da Tormenta esteve aqui e me entregou essa coisa. É a segunda vez que me encontro com ela, mas da outra vez eu invadia uma de suas áreas. Como ela chegou até aqui? Como ninguém viu?

Depois ele para e pensa um pouco antes de prosseguir.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Pensando bem, ela parecia bastante humana. Mas como ela entrou sem passar por uma inspeção? Os convidados não precisam ser reconhecidos antes de entrar? Ninguém deu falta de algum conhecido ou estranhou um desconhecido?

Depois olhou ao redor e confidenciou a Shivara.
Rasalgheti Solaris
Imagem
- Acho melhor apressar o almoço. Esse povo parece faminto.
Avatar do usuário

Mensagens: 1554

Registrado em: 12 Dez 2013, 15:46

Localização: Cair Paravel - Nárnia

Mensagem 01 Fev 2018, 10:42

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

Quando o relógio se abriu e Linus viu a imagem acompanhada de uma torrente de sentimentos, não conseguiu discernir o que a mesma significava. Quem era aquela mulher? Seria essa uma imagem de seu passado ou de Hadrian? Não muito tempo de conjecturar, uma vez que o general ensandecido lhe acertou um soco e o acusava de querer roubar o relógio. Haviam poucas coisas no mundo que tiravam Linus do sério, pois brigar dava muito trabalho, mas aquele generalzinho já havia esgotado a paciência do arquimago. Assim que ele se virou falando da reunião, Linus se levantou calado, mas com o estigma brilhando em seus olhos. Hadrian pode ver que abaixo dele se forma um círculo mágico dourado e acima de sua cabeça um círculo violeta. A voz calma e preguiçosa do mago já não era mais a mesma. Era carregada de raiva e agressividade. O poder mágico dele se expande, fazendo uma pressão no ar incrível. Parecia quase como se estivesse possesso por outra coisa.
Ryner
Imagem
Você acha que pode me socar, me acusar de ser um ladrão e apenas sair andando?! Estou cansado dessa sua arrogância inseto... Hora de mostrar o seu verdadeiro lugar... Gespestus, Viola!


Com o comando, várias feixes luminosos com as respectivas cores dos círculos saem dos mesmos e se enrolam no corpo do general. Os dourados restringiam seus movimentos, enquanto os violetas mais pareciam cordas para obrigá-lo a se mover de acordo com a vontade do arquimago.

Vou usar síntese de magia para lançar Paralisia (escola branca) e Marionete (escola negra) em Hadrian. Ambas com custo reduzido à metade, o que totaliza um gasto de 6 PMs.
Meu Blog: http://dojodokaitosensei.blogspot.com.br/
Boku No Hero, Brazil Hen FICHAS E STATUS GAME ON
Personagens atuais:

- Kai Sandragon - O Mago dos Elementos. - Cronicas Artonianas
- Linus Maxwell - O Preguiçoso Arquimago de Valkária - Werra Ataca
- Ikki, a Fênix - A Fênix que quase mata todos os parceiros constantemente - Disco dos Três
- Dr.Green - O Herói Cientista Louco Controlador de Plantas - Ex-Heróis
Avatar do usuário

Mensagens: 7552

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 03 Fev 2018, 16:45

Re: WERRA ATACA! - EPISÓDIO 6: CIDADE DE DIS!

O espírito de batalha rosnou dentro da alma de Azog quando o yudeniano falou. Azog bem poderia ter pulado sobre a mesa e o esmagado como o inseto que era.

A delicada mão de sua esposa apoiou-se levemente sobre seu braço. Aquilo bastou para acalmá-lo. O hobgoblin sorriu. Um sorriso cheio de presas.

Azog Irkhazog
Imagem
- O general vem e fala sobre desconfiança, entretanto nós que temos os maiores motivos para desconfiar.

- Mais de uma vez Yuden se provou um reino fraco e pouco confiável. Todos falam da força de Yuden, do poder de seu exército, mas só vejo derrotas. Ó, algumas vitórias contra selvagens e reinos menores, centenas de anos atrás, quando conquistaram Kor Kovith e Svalas. Mas desde então, o quê? Vós não fostes úteis quando a Tormenta invadiu Trebuck – invadiu o Reinado, nos permita corrigir. E onde estavam durante as Guerras Táuricas? Nosso povo enfrentou Tapista de frente, lutamos por nossa liberdade com fervor e preservamos nossa independência! E enquanto este albino ajudava Yuden a se salvar da invasão, Kalevala foi atacada pela Aliança Negra – que pelo visto pode passear pelo Reinado como bem entende, se conseguiu chegar tão longe! De qualquer modo eles foram detidos e nós preservamos nossa independência! Pois bem o disse, general: somos um reino independente! E se cercados por tais forças nos mantemos assim, então eu digo que não temos nada mais a provar!

- Sobre isso de “raça”, nos permita debelar sua ignorância. Kalevala é constituída por muitas raças. Somos hobgoblins e goblins, sim. Bugbears também. E há orcs e meio-orcs. Mas também somos anões. E humanos. Mas acima de tudo, homenzinho, nós somos kalevalanos! Somos os herdeiros de Kalevi, os filhos de Ukkonen e Akka!

Ergueu-se, impondo-se sobre todos, as mãos apoiadas sobre a mesa. Desta vez dirige-se a todos os presentes.

Azog Irkhazog
Imagem
- Viemos a este conselho por ter sido de nosso entendimento que podíamos contribuir com a proteção do Reinado, não pelo bem de seus governantes, mas de seu povo – dos inocentes que não podem ter esperanças de enfrentar um exército demoníaco! Entretanto, não viemos aqui para ouvir ofensas campesinas de um plebeu ignorante! Se é de vosso entendimento que Kalevala ou os Libertadores de Valkaria que lideramos são indignos de confiança e não podem contribuir com a segurança do povo do Reinado, então partiremos imediatamente! E prometo-vos que nem um nem outro nunca mais se incomodará em oferecer qualquer ajuda a vossas nações!

Ele apoia os punhos sobre a cintura, encarando cada um dos presentes.

Azog Irkhazog
Imagem
- Por outro lado, se não se deixam levar pela ignorância de um homem medíocre, reconhecem Kalevala como uma grande nação com um povo heroico e aceitam este Infante como legítimo representante de sua pátria e um verdadeiro aliado, então exijo que o General Zoldivier peça perdão pelas ofensas gratuitas endereçadas a nós, ao nosso povo e à nossa nação! Ou parta imediatamente deste conselho, banido e em desgraça!

Ao dizer esta última frase ele olha o general yudeniano nos olhos, em ostentoso desafio.

Off:

Ativo Ação em Parceria de Azog com Elysande, 2 PMs para cada um. Elysande gasta 1 PM para impor um teste de Resistência dos presentes contra sua H5+2 genialidade (sem modificações pela Parceria), rolado 4, total 11.

Agora uso Língua Ferina, H5+2 genialidade+4 manipulação+5 autoconfiança+1d(6)=22. Elysande gastou 1 PM e 1 uso diário, tem 6 usos.
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Conde Patrácula (Hora de Aventura RPG)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Edvard Orelov (Mundo dos Deuses)
Éleos (Desafio dos Deuses TRPG)
Escudo (BnH Brazil Hen)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
GAV: ON FICHAS
MÁGIKA: ON FICHAS REGRAS
Anterior

Voltar para WERRA ATACA - TA: Aventura épica!

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 0 visitantes.