Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON


Espaço para jogos de RPG pelo fórum.

Avatar do usuário

Mensagens: 800

Registrado em: 26 Set 2016, 20:39

Mensagem 19 Mai 2017, 23:18

Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Imagem

Imagem
Maryanne Incarn Maedoc I

Ela chegava em casa, depois de meses de viaja em de malpetrin e nas fronteiras do império Tauron, quando ela salvou uma garota que manifestou seus poderes mágicos dos minotauros, fazendo novos companheiros, mesmo que um deles sendo uma pessoa insana, que lembrava até um pouco seu mestre.
Mas agora era um período para descansar um pouco para próxima aventura, porém ao entrar na mansão de sua família viu-se que ela estava misteriosamente vazia, muito incomum, e quando procurou na casa toda só acabou encontrando seu mestre, com um olhar penetrante, perdido em memórias do passado em no colo dele tinha um envelope dourado, algo que ela nunca viu antes, o papel e a maneira que foi feita mesmo de longe era exótico e ao chegar perto leu as seguintes palavras.

Imagem
Para Maryanne Incarn Maedoc I, a Samurai Rebelde
Da Guilda dos Artífices


Então seu mestre profere as seguintes palavras e ficava quieto sem responder mais nada a qualquer dúvida dela.

Imagem
Satoshi Yamada

Não se preocupe minha Deshi (discípula) seus pais saíram ontem para visitar alguns amigos junto com seu irmão e só voltam amanhã, enquanto aos empregados eu dispensei assim que vi essa carta. Eu recomendo aceitar o pedido deles, mesmo sendo uma guilda misteriosa que ninguém conhece, porem devo minha vida a um de seus membros.

Ele aparecia muito mais abatido do que o costume, a lembrança que despertou nele deve ter sido muito ruim para ele ficar muito mais fechado e vago que o costume.
Imagem
Rainha Eterna como criancinha
Haha, sua última missão foi uma jogada de certo, e além do mais outra missão que o intermediário e seu mestre? Você e muito ruim para procurar seu próprio objetivo? Você e uma vergonha.


Ignorando a aparição repentina de rainha eterna ela abre e lê o papel dentro do envelope.

Senhora Maedoc,
Por esse meio nos lhe solicitamos sua ajuda numa questão de extrema importância para guilda, e como o fato de seus feitos heroicos chegou a nossos ouvidos achamos você uma pessoa extremamente indicada para esse trabalho, se aceitar nos encontre no Bazar das maravilhas Feéricas para negociação e conhecer seus novos companheiros.
Obs: Serás bem recompensado
Respeitosamente, o Artesão de Ouro


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Imagem
Ganimendes

Ele voltava a valkaria com coração partido e depois de uma aventura num tempo e o convívio com alguns aventureiros desafortunados, tinha sido bom principalmente com a clériga local tendo certa queda por ele e tendo uma aventura de uma noite.
No meio de seus delírios um pouco tempo depois de chegar na cidade ele via uma figura a cavaloa que lhe parou e falou.

Imagem
Senhor recebi instruções de lhe entregar essa carta.

A carta era de ouro, de uma fineza e trabalhos a típicos, além do material ser diferente de qualquer outro que vira da academia, e na parte externa estava escrita num bilhete anexado junto.

Imagem
Para Ganimedes, o Arqueiro prodígio da Academia Marcial de Valkaria
Da Guilda dos Artífices


Ele nunca tinha ouvido falar da Guilda dos Artífices, somente uma guilda dos artesões, além do mais quem mandou essa carta conhecia seu passado na academia, lhe deixando intrigado, então abriu ela e leu o seguinte conteúdo.

Senhor Arqueiro,
Por esse meio nos lhe solicitamos sua ajuda numa questão de extrema importância para guilda, e como o fato de seus feitos heroicos chegou a nossos ouvidos achamos você uma pessoa extremamente indicada para esse trabalho, se aceitar nos encontre no Bazar das maravilhas Feéricas para negociação e conhecer seus novos companheiros.
Obs: Serás bem recompensado
Respeitosamente, o Artesão de Ouro


Ele não entendia como sabiam de sua aventura, pois fora pequena e isolada, além disso antes foi preso pelos minotauros no qual fugiu quando os druidas atacaram, tinham muitas perguntas que surgiram nesse pequeno pedaço de papel.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Imagem
Seiber Karase

Era uma noite de estudos relativamente tranquilo na academia arcana, mal passara 7 Sois desde a última prova do semestre, e Seiber se sentia desconfortável, desde que ele liberou seu poder e saio em uma aventura passara um tempo ocioso na academia, sentia falta do fervor da batalha, da emoção da luta, sentia falta da euforia de Keen.
De repente alguém entra no seu quarto, aos e virar se depara com alguém de extrema importância na academia, o diretor Talude, e estava meio serio e meio triste com uma carta dourada em sua mão, então o Talude fala.
Imagem
Talude
Essa carta chegou para você, eu conheço essa guilda, ela não pertence ao Plano de Arton, só tome cuidado, eles são perigosos, quero que você veja o que eles estão desejando com aventureiros de Arton, mas duvido que seja algo muito grave devido ao Pacto, então lhe desejo boa sorte meu jovem, que Wynna e Keen lhe ajudem em seu caminho.


Ao pegar a carta observa que era uma obra de arte feito de materiais que não são produzidos em Arton, e analisando via um pequeno bilhete.

Imagem
Para Seiber Karase, O Arcanista de Keen
Da Guilda dos Artífices


E ao abrir para ler via que era um convite para uma aventura, seu sangue fervente ansiava por isso depois de um tempo de marasmo.

Senhor Karase,
Por esse meio nos lhe solicitamos sua ajuda numa questão de extrema importância para guilda, e como o fato de seus feitos heroicos chegou a nossos ouvidos achamos você uma pessoa extremamente indicada para esse trabalho, se aceitar nos encontre no Bazar das maravilhas Feéricas para negociação e conhecer seus novos companheiros.
Obs: Serás bem recompensado
Respeitosamente, o Artesão de Ouro


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Imagem
X

X mal estava la a um dia e seu mestre chegava para ele dizendo
Imagem
Mestre
Você recebeu uma missão que foi direcionada diretamente para você, estamos muito irritados pelas as histórias que chegam sobre você, mas não é surpresa, e nisso que dá remontar sucata, então tome essa carta e vai explorar um pouco, se precisar de alguma coisa nos mandaremos uma carta para você. Vê se não estrague o cliente está nos ajudando muito na nossa missão , ele e muito importante


Ele entrega uma carta de ouro no qual nunca tinha visto antes e ao abrir a carta encontrava a seguinte carta.
Senhor X,
Por esse meio nos lhe solicitamos sua ajuda numa questão de extrema importância para guilda, e como o fato de seus feitos heroicos chegou a nossos ouvidos achamos você uma pessoa extremamente indicada para esse trabalho, se aceitar nos encontre no Bazar das maravilhas Feéricas para negociação e conhecer seus novos companheiros.
Obs: Serás bem recompensado
Respeitosamente, o Artesão de Ouro


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Punk e reunião com o grupo

Punk estava tendo um dia parado, não era comum, mas também tinham feito um pedido misterioso de um fornecedor dela dizendo que alguém tinha interesse em contratar ela e mais um grupo que ele estava reunindo, e queria um espaço privado para as negociações, e via um retrato de suas queridas gêmeas com quimonos de tamura, tinham colocados em uma festa de nin-tamura para libertação de sua terra natal, e elas foram se divertir no bairro.
Imagem


De repente chega uma figura misteriosa, seus trajes não eram nem pertencentes a nenhum lugar de Arton conhecido, nem nas regiões mais estranhas de Pasmondia, ele usava um colete negro e debaixo dele uma longa capa negra, seu cachecol era rubro como sangue e usava um acessório muito raro em arton, que era um óculos, mas o contrário dos comuns em arton esse era mais grosso e escuro dificultando em ver os olhos dele, além disso ele usava uma cartola feitas de materiais que ela quase não conhecia, e a região mais baixa da calça e botas eram mais exóticos ainda, eram feitos de materiais inexistentes ou nunca visto em Arton, era a figura do contratante ela tinha certeza, alguém da Guilda dos Artifices, uma guilda misteriosa que produzia e vendia materiais finos e bem trabalhados, além de objetos estranhos e incomuns.
Imagem
Artifice de ouro:
Ola Pucky DeLereon, a fada “humana”, suas histórias e contos chegaram aos nossos ouvidos e ficamos impressionados pelos seus feitos, obrigado por ter concordado em ceder seu tempo e espaço para nossa pequena reunião, eles devem chegar... agora.


Mesmo que ele não tenha marcado horário, ou simplesmente so ter marcado o lugar todos os aventureiros que vieram de diferentes regiões e receberam as cartas em diferentes dias acabaram chegando no mesmo horário, e ele ficava analisando sempre um instrumento que tirava do bolso, mostrando suas luvas de couro grossa e fala cumprimentando os aventureiros.

Imagem
Artifice de ouro:
Ora ora ora, vocês não me decepcionaram, muito obrigado por terem aceitado meu convite, mas antes irei dar um presente para nossa anfitrea que nos cedeu o espaço, esse e um vinho Blood Scarlet, um vinho raro e fino de onde eu vim, aprecie com moderação.


Ele retirava um vinho de sua mochila escondida pela capa, aparentemente ele tinha posto num lugar acessível para retirar rapidamente, e ao deixar os aventureiros perceberam como a garrafa de vinho de vidro era bem feita, não era um odre ordinário ou uma garrafa de barro, além disso a vedação dele era de uma qualidade impecável de uma cera de mel especial e de uma coisa que funcionava como tampa, que quem conhecia vinhos sofisticados reconhecia como rolha, esse tipo de vedação não era comum pelo trabalho que dava para selar.


Imagem
Artifice de ouro:
Porfavor nos mostro o lugar da nossa reunião.


Ela levava para uma sala nos fundos que era usada para negócios ou descanso dos funcionários da loja em tão ele se virá para os aventureiros e fala.
Imagem
Artifice de ouro:
Primeiro irei responder que posso sobre meu pedido para sua aventura, mas desculpe por não mostrar o rosto, eu lhe a garanto que é puramente uma questão de segurança e que nosso negócio será mutuamente benéfico para ambos os lados.
A questão do meu pedido e simples, um bando avançado da aliança goblinoide roubou um item muito importante de mim, e eu rastreei e calculei que eles estariam numa antiga mina na região afastada de valkaria a exatamente 15 km ao sudeste, mais ou menos 3 horas de carroça pelas condições das estradas para ela, não sei que eles estão fazendo lá e nem me importo, só quero meu item devolvido para mim, e claro que sei que a aventura será perigosa então recompensarei a altura, alguma pergunta, ou vocês querem discutir a recompensa?



Desde o momento que eles chegaram ele não tinha deixado eles falaram, agindo e falando rapidamente para se reunirem, e lá dentro ele finalmente dava espaço para eles perguntarem, cada um tendo sua motivação diferente e sentimentos diferentes.

Off: Por favor coloquei uma descrição geral das cartas que receberam, coloque suas reações além das motivações para aceitarem, tentei ser fiel para cada personagem e historia que vocês descreveram, e dos dois perso que já conhecia dei uma acréscimo espero que gostem, e punk descreva o bazar e a sala aonde ocorre a reunião,
Imagem
"Algumas pessoas pensam que vilão significam maldade, que o caos e ruim, eu acredito que vilões são feitos de escolhas nos quais ele acha certo, mesmo que toda sociedade diga que esta errado, mas as vezes ele esta certo mesmo."- Minha opinião sobre os "vilões " de Nimora

Finis: OFF, ON, Ficha e status
Avatar do usuário

Mensagens: 649

Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02

Localização: Capivara City

Mensagem 20 Mai 2017, 00:36

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Talude
Imagem
Essa carta chegou para você, eu conheço essa guilda, ela não pertence ao Plano de Arton, só tome cuidado, eles são perigosos, quero que você veja o que eles estão desejando com aventureiros de Arton, mas duvido que seja algo muito grave devido ao Pacto, então lhe desejo boa sorte meu jovem, que Wynna e Keenn lhe ajudem em seu caminho.

Seiber Karase
Imagem
Entendido senhor Reitor,...e obrigado


Após Talude se retirar Seiber pensa nas palavras ditas, Pacto?....Guilda dos Artífices fora de Arton?...e começa a falar sozinho um pouco baixo, após ler a carta.

Seiber Karase
Imagem
Estou famosão e nem sabia, acho que foi aquela batalha,..vejamos,...hmnn eu tenho de atender o pedido de Talude, ponto positivo para ir, nessa missão terei novos companheiros, talvez encontrar minha futura esposa, outro ponto positivo e finalmente deixar o ócio, outro ponto positivo, eles são perigosos, eles são de fora de arton, dois pontos negativos, ...total três a dois, ...é estou indo.


Como de costume, fecha a porta do quarto, e começa a Gritaria para convocar o Arsenal de Werra em seu corpo: Túnica, Armadura, Escudo, Botas, Lentes, Manoplas, Bainha Dourada e Espada. Como sempre, em menos de 1 minuto estava pronto para ir.

Artificie de Ouro
Imagem
....concordado em ceder seu tempo e espaço para nossa pequena reunião, eles devem chegar... agora.


Seiber fica bem ..surpreso com isso, havia saído na ala norte de Valkaria, e de onde estava as Maravilhas Feéricas ficavam a 2 horas de caminhada, por isso resolveu "correr" um pouquinho,..., adivinhar que chegaria agora era absurdo.... porem espera sua "vez" de falar enquanto dá uma olhada nos outros ali presentes...

Seiber Karase
Imagem
Primeiramente devemos nos apresentar certo?..Seiber Karase, Arcanista de Keenn ¹ - depois das apresentações ele pergunta -
Um item importante...tem uma imagem ou descrição para sabermos o que procurar nos goblinóides senhor?... - Aguarda a resposta para esta pergunta e depois continua - ...o item é perigoso em si? Como pertence à uma guilda de excepcionais construtores, a aparência pode não fazer jus as suas capacidades...


Seiber tinha mais perguntas, mas achou melhor não falar demais,..não ser chato e monopolizador.


OFF: Rolei 18 em Diplomacia para ser bem educado, mesmo que minhas palavras não o pareçam
Hecaton Quiros --- Apella Moore --- Kaelinomellor --- Entendendo a Onda Mágica Bate-Papo --- Briefing
  Código:
[quote][b] Hecaton[/b]
[img]https://i.imgur.com/eWUpSVU.jpg?1[/img]
[/quote]
  Código:
[quote][b]Apella Moore[/b]
[img]https://i.imgur.com/XUFijFU.png[/img]
[/quote]
Avatar do usuário

Mensagens: 11586

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 20 Mai 2017, 12:13

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

A semana havia sido perfeita. Tanto Pucky, quanto Lily e Marian havia voltado de Sophand para uma reunião familiar e de uma visita de negócios em Coridrian.

As meninas haviam se divertido e a família DeLereon havia aceitado as garotaa de bom grado. E os negócios estavam a todo vapor, as vendas de mercadorias diversificadas de qualidade a baixo custo nas Maravilhas Feéricas na Cidade da Praia estava indo bem. Apesar de serem produtos de Wynlla, não havia nada de realmente mágico naqueles itens, ainda.

O local ainda era simples. Apenas um prédio com 2 andares e um depósito no subsolo. Na fachada escrito em dourado ficava o nome da loja, a entrada mostrava um grande balcão separando os eventuais compradores do fundo do Bazar e em cada canto ficava espalhado materiais dos mais diversos tipos provindo de Wynlla principalmente.

Sim, vida era boa. Então veio um pedido peculiar e uma espera morosa até o contato aparecer. Então finalmente o contato aparecia enquanto as gêmeas iam se divertir.

Toda a situação se mostrava estranha até ali. Pucky aceitou o vinho e deu um agradecimento simples. Não gostava de títulos, mas não ligava para o mesmo. Então vê os demais chegando e começam a debater sobre a missão. Um dia de negócios perdidos para uma reunião de aventureiros.

- Não me importo de ajudar, mas como o Saber aí relatou, precisamos de mais informações sobre o item e quantos goblinoides estaremos lidando.

- E aos demais sou Pucky DeLereon, proprietária das Maravilhas Feéricas e aventureira nos tempos vagos. Será um prazer trabalhar com vocês.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 15813

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 20 Mai 2017, 17:52

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Imagem
Maryanne descia a rua ladrilhada ao nascer do sol. Via algumas bancas e casas de comércio começarem a abrir no dois lados da rua. Somente ao dobrar a esquina ela adentrou na rua das grandes casas, todas com quintais enormes e cercadas por grades bonitas. Havia muitas árvores nas calçadas e muitas carruagens dos ricos. Ela vestia um colete de couro escuro, discreto, mas muito aquém da exigência burguesa. Maryanne não se importava com isso. No momento estava ali como uma aventureira retornando para casa, alguém destoado da sociedade, uma heroína.

As lembranças da sua última empreitada - e a primeira fora de Deheon - viam à sua mente como boas recordações. Dentro do Império de Tauron, Maryanne ajudou, junto com um grupo exótico de pessoas (tinha até um hobgoblin!) a salvar uma menina que havia despertado poderes mágicos e estava sob a mira da tirania dos minotauros. Missão cumprida, Maryanne decidiu voltar para casa, voltar para sua família. Somente sua mãe Therese sabia que ela havia se tornado uma aventureira. Seu pai e seu irmão nem sonhavam com isso. Para eles, Maryanne estava em Gorendill estudando música no Conservatório Twilight. De fato, a garota sabia tocar instrumentos musicais - sendo o alaúde o seu favorito - e até a cantar, mas ela não era uma barda. Era uma guerreira.

Ser uma aventureira e não contar ao pai ou ao irmão fazia parte de sua personalidade mais fechada, não reveladora de seus sentimentos. Teria escondido de sua mãe também, se ela não fosse uma Encantadora, capaz de ler mentes... mas era bom conversar abertamente com alguém familiar. Ter segredo com todo mundo não era muito bom. Na verdade, o fato de sua mãe saber seu segredo fez com que elas se aproximassem mais. Pelo menos duas ou três vezes na semana Therese abria um elo mágico telepático para conversarem. Foi assim que Maryanne descobriu que seu irmão mais velho, o Aldred Terceiro, havia se tornado um aventureiro também. Era um novato e, provavelmente, cometeria muitos erros bobos como ela mesma fez em seu início de carreira. Ela sorriu ao fechar os portões de sua morada atrás de si.
Imagem

Mas seu sorriso acabou quando sentiu a presença dela como uma leve dor na têmpora. Ela. A maldição de sua família, a dragoa que despejou seu sangue sobre seus descendentes e os considera sua propriedade por isso. Sua primeira aparição foi quando bebeu aquele estranho líquido alucinógeno de Satoshi, seu mestre marcial. Ela tinha uma aparência de uma criancinha. Mas agora, após o seu primeiro ano de aventuras constantes, a Rainha havia amadurecido, estava uma pré-adolescente. Maryanne havia se acostumado a ignorá-la quando havia pessoas por perto, pois somente ela conseguia vê-la. Mas agora, mesmo andando sozinha pelo caminho de pedra até sua casa, decidiu ignorá-la.
Rainha Eterna
Imagem
Seu irmão não me ignora, sabia? Ele ainda me vê como uma bonequinha doce. Como eu era fofa, não era?

Maryanne suspirou impaciente, revirando os olhos. Mas havia ficado encucada. Então, seu irmão também fora amaldiçoado? A lembrança daquela alucinação veio à tona. Ela viu Aldred beijando uma mulher de longos cabelos dourados e depois, ela mesma fora beijada. Este deveria ser o momento do "pacto", a "maldição" sendo costurada em suas almas.

A casa estava vazia. Era um tanto incomum, sabendo que seus pais eram aventureiros aposentados e viviam recebendo toda sorte de gente, amigos ex-aventureiros em sua maioria. Mas viu Satoshi Yamada sentado na posição de lótus. Parecia meditar.
Maryanne
Imagem
Sensei?

O velho abriu os olhos e bocejou. Então, estava é dormindo! Maryanne cruzou os braços e segurou o riso. Satoshi, entretanto, não parecia enérgico como sempre. Estava distante, com olhar perdido. Tirou de seu colo um envelope dourado e o alcançou para Maryanne. Era direcionado a ela, tinha seu nome completo e até mesmo uma alcunha.
Maryanne
Imagem
"A Samurai Rebelde"? Hããããã? Eu nem sou tão rebelde assim, vai... é coisa sua?

O velhote mirou-lhe seus miúdos olhos.
Satoshi
Imagem
Não se preocupe minha deshi. Seus pais saíram ontem para visitar alguns amigos junto com seu irmão e só voltam amanhã, enquanto aos empregados eu dispensei assim que vi essa carta. Eu recomendo aceitar o pedido deles, mesmo sendo uma guilda misteriosa que ninguém conhece, porém devo minha vida a um de seus membros.

Seu irmão estava em Valkaria ainda? Empregados? Satoshi estava alucinando de novo? Era provável, pois não era incomum ele falar com pessoas que não existiam e confundir a ordem de acontecimento dos eventos. Bem, Maryanne tinha essa "mania" também, mas era amaldiçoada. Satoshi era apenas louco mesmo.
Maryanne
Imagem
Ahm... sei... tudo bem, sensei...

Satoshi calou-se e voltou a encarar o vazio, em sua posição de lótus.
Rainha Eterna
Imagem
Haha, sua última missão foi uma jogada de certo, e além do mais outra missão que o intermediário é seu mestre? Você é muito ruim para procurar seu próprio objetivo? Você é uma vergonha.

A voz da Rainha a lembrou que estava ali. A lembrou de sua pequena dor na têmpora. Maryanne continuou ignorando-a, mas satisfeita por se acostumar com sua presença incomodativa e irritante. Abriu o envelope por fim. Era uma convocação para um trabalho na Cidade da Praia, um bairro distante e pobre. Nunca ouvira falar do Bazar das Maravilhas Feéricas... talvez se fosse barda de verdade soubesse. Riu consigo mesma, guardando o envelope e a carta em um de seus bolsos.
Maryanne
Imagem
Queria descansar pelo menos um final de semana, sabe? Mas vamos lá. Eu vou atender este chamado, mas só porque parece ser importante pra você, certo?

Ela fez um carinho na cabeça de cabelos ralos de Satoshi, mas o velho não fez menção de olhá-la. Não estava ali, sua mente estava perdida em pensamentos confusos. Era um dos humores mais introspectivos de seu mestre, Maryanne já o vira assim. As vezes durava algumas horas, outras vezes durava dias e mais dias. Não sabia ao certo se era sábio deixá-lo sozinho em sua casa. Mas seus pais poderiam lidar com ele posteriormente.

Maryanne foi ao seu quarto em seguida, jogando sua mochila sobre sua macia cama.
Imagem
Seu quarto era luxuoso, em comparação ao de seu irmão e de seus pais. Muitos espelhos, muitos brinquedos, esculturas e objetos de decoração diversos. Maryanne sempre deu muita atenção a essas coisas de modo que seu irmão e seu pai a achavam um tanto fútil. Só sua mãe sabia a aventureira escondida no âmago de seu ser. A jovem deitou-se e dormiu. Dormiu muito.

Acordou só na manhã do dia seguinte, com o corpo todo dolorido. Pelo menos a Rainha havia sumido. Andou cambaleante até o lavado para lavar a cara e viu barulho na cozinha. Seus pais haviam chegado. Foi até eles descabelada, mas com olhos bem abertos e sorriso no rosto.
Maryanne
Imagem
Bom dia!

Seu pai bebia chimarrão na cuia e sua mãe lia a Gazeta do Reinado na mesa central da cozinha. Ela sorriu com ternura ao ver a filha. Seu pai era mais sério, mas dedicou-lhe um aceno com a mão.
Therese
Imagem
O que conta de novo lá de Gorendill, querida?

Aldred suspirou com um resmungo.
Aldred
Imagem
Como se tu não soubesses, tchê...

Therese deu uma piscadela para Maryanne.
Therese
Imagem
É verdade, eu sei. Perguntei para ela contar para você, na verdade. Já que você não ia perguntar.

Sorriu. Aldred deu um sorriso amarelo.
Aldred
Imagem
Mas barbaridade, que metida. Então, me fale. Aprendeste músicas novas?

Maryanne o abraçou apertado.



No dia seguinte estava na Cidade da Praia. Um bairro grande, mas de casas simples, oficinas, estábulos, curtumes e outros estabelecimentos de baixa qualidade. Havia muitas tavernas também com símbolos sugestivos de faca na caveira, esqueleto humano e outros. Maryanne andou pelas ruelas e pediu uma ou outra indicação até chegar na tal "Maravilhas Feéricas". Ao chegar, não se impressionou muito também. Era um pouco mais que um prédio de dois andares com o nome escrito. Algo estranho em Valkaria, onde normalmente as lojas não demonstravam nomes escritos, mas símbolos. Talvez o dono fosse estrangeiro. Maryanne entrou como uma cliente normal, embora não soubesse o que se vendia ali.

Viu alguns símbolos de Wynna, a deusa da magia. Mas o que importava vinha depois. Encontrou as pessoas ali. Algumas estranhas... outras chegavam ao mesmo tempo. Havia um homem de rosto coberto ali no meio que começou a falar. Ofereceu um vinho exótico para a anfitriã... ora, era uma sprite. Em seguida, o homem guiou aquelas notáveis pessoas até outra sala mais discreta, longe dos clientes comuns.
Artífice de Ouro
Imagem
Primeiro irei responder o que posso sobre meu pedido para sua aventura, mas desculpe por não mostrar o rosto, eu lhe a garanto que é puramente uma questão de segurança e que nosso negócio será mutuamente benéfico para ambos os lados.

Maryanne ergueu uma sobrancelha, cruzando os braços, desconfiada.
Artífice de Ouro
Imagem
A questão do meu pedido é simples, um bando avançado da aliança goblinóide roubou um item muito importante de mim, e eu rastreei e calculei que eles estariam numa antiga mina na região afastada de Valkaria a exatamente 15 km ao sudeste, mais ou menos 3 horas de carroça pelas condições das estradas para ela, não sei o que eles estão fazendo lá e nem me importo, só quero meu item devolvido para mim, e claro que sei que a aventura será perigosa então recompensarei à altura. Alguma pergunta, ou vocês querem discutir a recompensa?

Maryanne, então, olhou os demais, tentando identificá-los numa rápida análise. A Aliança Negra era uma ameaça muito perigosa e assunto de Estado. Talvez fosse melhor pedir ajuda às autoridades do Reinado, de Deheon, ao invés de chamar aventureiros "famosos", embora Maryanne não conhecesse nenhum deles ali de fama.
Seiber Karase
Imagem
Primeiramente devemos nos apresentar certo?.. Seiber Karase, Arcanista de Keenn.

Arcanista de Keenn? Maryanne sabia que os arcanistas eram um tipo de bardo. Um bardo devoto de Keenn era algo impensável pra ela. Exótico. Maryanne meneou com a cabeça, mas não queria ser logo a segunda a se manifestar. Estava bastante fechada.
Pucky
Imagem
Não me importo de ajudar, mas como o Saber aí relatou, precisamos de mais informações sobre o item e quantos goblinoides estaremos lidando.

E aos demais sou Pucky DeLereon, proprietária das Maravilhas Feéricas e aventureira nos tempos vagos. Será um prazer trabalhar com vocês.

A fada era simpática e Maryanne sorriu para ela, um pouco mais confiante.
Maryanne
Imagem
O-olá. Eu sou Maryanne Incarn Maedoc, uma barda. É um prazer conhecê-los...

Apontou para seu alaúde nas costas. Ela vestia sua roupa prática, feita de couro curtido e maleável, tingido de negro. Portava uma espada longa embainhada. Sorria ainda um tanto tímida. O tal Seiber continuou.
Seiber Karase
Imagem
Um item importante... Tem uma imagem ou descrição para sabermos o que procurar nos goblinóides senhor...?

Maryanne achou a pergunta bem inteligente. Aguardou também a resposta.
Seiber Karase
Imagem
... o item é perigoso em si? Como pertence à uma guilda de excepcionais construtores, a aparência pode não fazer jus as suas capacidades...

Disse o jovem loiro. Aliás, havia DOIS jovens loiros ali. Mas este tinha armadura, escudo e espada. O outro era um arqueiro simples. Outra pergunta inteligente. Maryanne aguardou os demais falarem alguma coisa, mas ponderou sobre seu papel nessa missão. Ela seria a barda de fato, não assumiria a linha de frente, nem a liderança como fizera em Malpetrim. Era hora de testar outras habilidades.
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 3875

Registrado em: 22 Jul 2015, 21:23

Mensagem 20 Mai 2017, 22:32

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Imagem


X estava em seu quarto lendo sua coleção (não muito) secreta de Doujins, tinha acabado de voltar de sua ultima missão. Seu Shishou surgiu do nada (ele é um ninja afinal) já lhe dando mais esporro.... Mas X não podia fazer nada se as pessoas envolta dele ficavam tão impressionados com suas proejas ninjas! Tentou esconder o que estava lendo mas seu Shishou sabia o que ele estava fazendo mas ignorava era um dos "preços" que pagava por X. Uma carta foi entregava e uma aviso (mais um como sempre) de não ferrar com aquilo, X suspirou(?) e antes de conseguir responder seu Shishou desapareceu.

- Eu sou o sinônimo de cuid......ado. Ele podia ao menos esperar eu terminar de falar! Que mal educado! Por isso ele não se da bem com as garotas, como eu! X, o Ikemen!

Depois do seu monologo X leu a carta, ele parou um tempo e começou a "esconder" suas coisas.

- Para me pedir por nome esse Artesão deve conhecer minhas façanhas ninjisticas e heroicas!

Ele fez um pose e assumiu um tom bem snob.

- Kukukuku! Bem, se meu fã deseja tanto assim minha presença não vejo outra alternativa alem de ir a seu encontro e maravalha-lo com minha ninjajosidade e heroicidade!

Terminando seu monologo (?) ele pula pela janela do aposento e vai para esse tal de Bazar das Maravilhas Feéricas.

- TOU!


A loja de encontro era interessante, X chegou uma hora antes para averiguá-la, checar pontos de saída caso algo de errado entre outras coisas. Quando alguém se vestindo bem diferente do comum adentrou a loja ficou mais atento ao seu redor, ficou num lugar alto qualquer para observar melhor tudo. O estranho se apresentou como o Artesão da carta.... antes de se revelar resolveu esperar mais um pouco, então um a um foram chegando os outros que ele tinha comentado. Foram direcionados a outra sala onde começaram as apresentações, a descrição da missão e perguntas sobre elas. Ele se sentou em um lugar qualquer e concordou com as perguntas feitas sobre a missão...... mas parecia que ninguém havia notado ele! Como eles não notaram o ninja dos ninjas, X, o magnânimo? Então resolveu tomar iniciativa.

- Goho goho! Concordo com os outros, diga logo o que estais escondendo!

Eu vou chegar antes como falei e estudar o local, eu vou ir com Invisibilidade (Talento Camuflagem) ativada e todo momento eu ficarei com ela ativada, até quando eu falar.
Furtividade+27 (28 a rolagem) contra quem tiver motivo e for tentar me descobrir antes. Quando alguém for ver que tem uma voz falando do alem X vai perceber que ta invi e vai voltar a ser visivel.

Shishou- Professor ou mestre
Tou - onomatopeia para pulo
Goho goho - Onomatopeia para pigarreio ou tosse
Avatar do usuário

Mensagens: 800

Registrado em: 26 Set 2016, 20:39

Mensagem 21 Mai 2017, 13:17

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Ele escutava as apresentações e quando a samurai se apresentou como barda ele somente sorriu, ele sabia da verdade, mas mesmo assim não falou nada, então com paciência escutou sorrindo e não tomou o susto, pois ele já tinha visto ele desde o começo e com calma fala.

Imagem
Meu caro argucioso, você tocou nos problemas principais como esperado, será algum alerta? Mas não importa os sussurros do passado, mas sim a voz do presente, o item em questão e uma peça fundamental para funcionamento completo de uma ferramenta, ela não possui nenhuma gota de magia, feita de uma maneira única e irreplicável... Mas como uma ferramenta ela não e perigosa em si, mas pode ser usadas para fins errados... E x já tinha reparado em você só comecei a reunião pois todos chegaram, então Ninja relaxe.


Mesmo falando com calma, ele parou para respirar fundo e pós na mesa uma imagem muito realista do objeto, parecia que estavam vendo ele, e a parte estranha, não parecia pintado ou feito por magia, era por meios que eles não conheciam.

Imagem


Imagem
Então mais alguma dúvida ?


Dizia com um sorriso.
Imagem
"Algumas pessoas pensam que vilão significam maldade, que o caos e ruim, eu acredito que vilões são feitos de escolhas nos quais ele acha certo, mesmo que toda sociedade diga que esta errado, mas as vezes ele esta certo mesmo."- Minha opinião sobre os "vilões " de Nimora

Finis: OFF, ON, Ficha e status
Avatar do usuário

Mensagens: 3520

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 21 Mai 2017, 14:33

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

O anão morreu. Thorn, o guerreiro com machado pesado tinha morrido. Toda a missão, um fiasco, porque aquele elfo, que se denominava Finn, queria mais encontrar um maldito livro do que salvar a própria pele. Isso é o que acontecia quando se juntava com aventureiros na taverna, ao acaso, quando um sujeito qualquer, de túnica negra e cartola...

Imagem
"Cartola!" - Ganimedes riu.


...Procurava um grupo para resgatar um baú seu que fora roubado por ogros. O arqueiro deveria ter desconfiando desde o inicio, claro. Ogros roubando baús. Uma gangue de ogros.

Imagem
" Com jaquetas de couro e óculos escuro, sim, essas coisas bizarras que se encontram em Valkaria"


É claro que não havia nenhum ogro, era apenas uma armadilha para atrair alguns aventureiros descuidados para um pântano fedido e escuro, repleto de crocodilos e sapos gigantes. Onde a água subia até o joelho e os isentos possuíam cinco centímetros. E o sujeito da cartola, era uma maldito necromante canibal com uma trupe de mortos vivos. O mais sensato seria fugir dali o mais rápido possível, mas...

Imagem
"- Eu quero roubar o grimório dele!"


Imagem
"- Ah, vá se fu..."


Resultado: anão morto, elfo espancado e necrormante com uma flecha no olho e agora ele voltava para a capital cansado...

Imagem
- Senhor recebi instruções de lhe entregar essa carta.


Imagem
- Senhor? Mas eu sou um jovem solteiro...


Apanhou a carta confuso e viu o homem indo embora. Leu, franziu o cenho e disse num muxoxo:

Imagem
- Sem necromantes desta vez, por favor, musa Val.


***

Estava naquela loja... Peculiar, com aquele grupo peculiar. Todos receberam cartas? Isso era bom, aventureiros selecionados eram melhores que escolhidos para serem a refeição numa taverna.

Imagem
"Ok, temos um... Um... Um engomado de Keenn, hmmm. Uma fadinha, que fofura! E, hã, o que temos aqui, que gatinha essa..."


Ganimedes terminou olhando Maryanne, quando o tal de Artífice de Ouro chegou. Era exótico e misterioso. Usava itens raros e escondia o rosto. O arqueiro circulou entre eles, até a sala reservada da Maravilhas Feericas. Com o arco em mãos, ouviu a respeito da missão.

Imagem
- Artífice de Ouro... Ele não é feito de ouro.


Alguns já se manifestavam, com suas dúvidas e tudo mais, coisas que "aventureiros experientes" falam. Então quele maluco (que não estava lá antes) falou mais atrás...

Imagem
"Mas que porra é essa coisa? Um demônio do circo?!"


Relaxou os ombros, e esperou um momento cerco para falar.

Imagem
- Hey, olá! Hmm, sou Ganimedes, mas você já sabe, né? Bom, não me interessa se está escondendo algo, você tem esse direito. Contanto que isso não me prejudique, sabe? - ele protegeu os lábios com a mão, a fim de esconder o que falava a seguir - não tive boas experiencias passadas. Enfim, o que me interessa é a recompensa, são tempos difíceis, fazer o que? E então, de quantos estamos falando?


Esperou a resposta com um sorriso matreiro.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 800

Registrado em: 26 Set 2016, 20:39

Mensagem 21 Mai 2017, 15:20

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Ele olha para o jovem arqueiro, e da um sorriso, e faz a simples pergunta.

Imagem
Isso e com vocês... Que desejam? Ouro? E fácil de negociar um valor bom... Itens exóticos? Se não for mágico posso conseguir itens que jamais foram visto em Arton, ou ate o que tem de melhor de Arton... Simplesmente quero saber seu preços e se quiserem adiantamento de uma parte eu faço, mas em todos os casos nos iremos assinar um contrato com os valores acertados.


Ele tira um pergaminho diferenciado e todo trabalhado, era muito sofisticado, e já tinha muita coisa escrita, então ele deixa em cima da mesa, ele também tira um cacho de uvas estranhos, as uvas tinham uma cor vermelha escarlate, parecia uma cor forte de sangue e carne, mas seu cheiro impregnou pela sala era um leve sabor doce ferruginoso, exótico .
Imagem
Que tal começar com um valor razoável, 100 peças de platina para cada? E podem se servir se estiverem com fome, essa uva e uma iguaria numa terra que passei pela dificuldade de seu plantio e devido as condições necessárias para ela germinar.


Caso alguém pegue o contrato para ler ele esta escrito da seguinte maneira.

Nos da guilda aceitamos os serviços dos aventureiros Ganimendes , Seiber Karase , Pucky DeLereon, Maryanne Incarn Maedoc e X, para reaver e devolver o artefato da guilda dos Artífices, cada um recebera o valores ou espécie de objetos: [ espaço em branco para escrever os valores ou objetos] , e a guilda não se responsabilizara por qualquer perigos encontrados durante o processo, em caso de morte o dinheiro atribuído para o integrante será dividido para os membros da equipe, e caso a má fé do intermediário os aventureiros ganharam 50% a mais.
A guilda não se responsabilizara por qualquer consequência dos atos dos aventureiros e em caso de quebra de contrato pelo lado dos aventureiros eles serão considerados inimigos da Guilda.
Intermediário: Josef, Artesão de Ouro
Assinatura dos aventureiros:

Imagem
"Algumas pessoas pensam que vilão significam maldade, que o caos e ruim, eu acredito que vilões são feitos de escolhas nos quais ele acha certo, mesmo que toda sociedade diga que esta errado, mas as vezes ele esta certo mesmo."- Minha opinião sobre os "vilões " de Nimora

Finis: OFF, ON, Ficha e status
Avatar do usuário

Mensagens: 15813

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 21 Mai 2017, 18:44

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

Maryanne segurava o braço esquerdo com a mão direita e olhava para todos os integrantes daquele grupo. Uma sprite, um arqueiro, um arcanista e, agora, um homem vestindo roupas negras e uma máscara assustadora. O que diabos seria aquilo? Ele indagou agressivamente ao Artífice de Ouro corroborando com a pergunta de Seiber.

O homem respondeu com um papiro indicando um desenho muito realista, provavelmente por magia, algo que Maryanne não entendia muito bem. Ela ficou pensativa, imaginando que tipo de ferramenta precisava de algo que parecia um anel com uma joia alaranjada encrustada.

Então, o arqueiro loiro se apresentou, um tanto atrasado. Tinha olhares sagazes e foi direto ao ponto. A recompensa. Era uma parte em que ela não se importava muito, embora sempre tivesse interesse em obter itens mágicos, alguma joia ou arte em meio aos tesouros. Tibares de ouro sempre eram uma boa ideia. O Artífice de Ouro foi bastante vago em sua oferenda, dando muitas opções. Maryanne ficou imaginando o tamanho do poder daquela guilda exótica na qual nunca havia ouvido falar. Mas Satoshi teve sua vida salva por um deles, talvez fossem confiáveis em suas palavras. O que não significava que tinham interesse pelo bem comum.

Maryanne só observava, quieta. Era uma moça tímida - e queria transparecer isso. Mas quando o homem sugeriu cem tibares de platina, Maryanne arregalou os olhos e sua voz projetou num tom um tanto maior do que esperava.
Maryanne
Imagem
Caraca, tudo isso? Digo... hã... (seu rosto corou um pouco)... acho que tudo bem por mim.

Sua voz foi diminuindo enquanto sua cabeça foi abaixando e seus cabelos passavam a esconder parte do rosto. Ela não sentiu inclinada a comer ali, embora cada fala do Artífice fosse um convite ao mistério.

Ela aguardou alguns segundos antes de se recompor. Aproveitou para ler o contrato e achou curioso o fato do arqueiro não ter sobrenome. E do "ninja". Ora, eles eram apenas lendas, histórias de terror que Satoshi lhe contava tentando inutilmente assustá-la. Ela leu o papel, embora não tenha assinado.
Maryanne
Imagem
Não vejo problemas nesse contrato. Hã... mas me conte, senhor... (deu uma olhadela no contrato de novo) Josef, por que sua guilda não procurou as autoridades para lidar com este problema... hã... sério? Afinal, a Aliança Negra não é qualquer bando de goblinoides... e o assunto interessaria a Coroa de Deheon.

Ela deu de ombros em seguida.
Maryanne
Imagem
N-não que eu me importe com a Coroa de Deheon, é claro... e eu q-quero aceitar este contrato para cumprir uma dívida de meu mes... digo, de meu professor.
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 649

Registrado em: 06 Fev 2014, 18:02

Localização: Capivara City

Mensagem 21 Mai 2017, 22:34

Re: Fini Artificiatorum (Artefatos do fim)- TRPG- ON

O Artesão de Ouro comenta sobre sussuros do passado, após o Artesão terminar, mas antes de notar o Ninja X comenta...

Seiber Karase
Imagem
Entendo que o presente nos diz muito, o item é uma peça para algo mais importante, a Aliança Negra é famosa pelo seu uso de Máquinas, como as que Derrubaram Lennórien, o que torna a recuperação deste mais importante, pois mesmo que eles não tenham ciência do poder que tem em mãos, são os mais aptos e descobrir seus segredos.


X..Ninja, mas não tem mais ninguém aqui....
X
Imagem
- Goho goho! Concordo com os outros, diga logo o que estais escondendo!


Tão perto, tão discreto,...um ..ladin...não pera...o Artesão de Ouro disse Ninja,....

Seiber Karase
Imagem
..o-o-olá senhor Ninja X, eu devo parabenizá-lo, não notei voce aí,... - após se recuperar do susto e ver o item comenta - fascinante,..assim como Aço-Rubi, não sabemos como é feito, apenas que existe.


Seiber ainda esta assustado, encarar oponentes de frente e de forma honesta é uma coisa, ter tipos sorrateiros chegando do nada era algo que não estava habituado. Logo após ele vai olhar com calma para seus companheiros: um Ninja, um Arqueiro, uma Fada e Maryanne Incarn Maedoc,.... dois sobrenomes?... tenta se lembrar de algo dessas família, ao se lembrar comenta sem perceber baixinho.

Seiber Karase
Imagem
A grande dragoa dourada, a família de aventureiros, é ela,...não posso estragar essa chance - após ouvir sobre a recompensa inicial e reação de Maryanne comenta - Muito generoso de sua parte.


Seiber assina o contrato, satisfeito de ser um primeiro passo para seu verdadeiro objetivo, conquistar a jovem, era hora de agir. Lembrando-se de suas aulas, com Lady Esplenda, sobre etiqueta, boas maneiras, e relacionamentos, faz um grande esforço para não fazer errado a primeira impressão. Quando perceber uma chance de falar com ela discretamente dirá...

Seiber Karase
Imagem
Senhorita Maryanne, apesar de não a melhor hora, estou muito honrado com a presença de um Maedoc, descendentes da Grande Dragoa Dourada, e .. -faz menção de pegar sua mão para beijá-la, se permitido - e espero que possamos ser "algo mais" que colegas de missão, Linda Dama


Conhecimento de Bardo sobre os Incarn e Maedoc resultado 22
Diplomacia contra Intuição de Maryanne resultado 20 gastei 1 ponto de ação.
Hecaton Quiros --- Apella Moore --- Kaelinomellor --- Entendendo a Onda Mágica Bate-Papo --- Briefing
  Código:
[quote][b] Hecaton[/b]
[img]https://i.imgur.com/eWUpSVU.jpg?1[/img]
[/quote]
  Código:
[quote][b]Apella Moore[/b]
[img]https://i.imgur.com/XUFijFU.png[/img]
[/quote]
Próximo

Voltar para Play-by Forum (PbF)

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 1 visitante.