Parte 2 — Furiosos!


Avatar do usuário

Moderador

Mensagens: 250

Registrado em: 06 Dez 2013, 14:45

Localização: Uiraúna - Paraíba

Mensagem 23 Abr 2018, 13:27

Re: Parte 2 — Furiosos!

Imagem

— Vou encontrar um lugar seguro para eles. Vocês vão sair por aqui também?


— Não. Ficarei e tentarei conter o ataque o máximo que puder — Olho sério para Sir Loric, agora com uma voz menos autoritária — Você levará minha esposa junto com vocês.

Goreztka se despediu da esposa sem antes poder dar um único abraço. Estava coberto do sangue podre do bárbaro que acabara de dilacerar. Quanto antes ele resolvesse esse imbróglio, mais rápido aquelas pessoas não precisariam ficar diante aquele cheiro horrível.

— Se possível, mande alguns homens de volta para nos ajudar aqui, Sir Loric. Mas dê preferência a proteção de Sir Aldir e dos convidados. — E antes de se virar em direção ao combate, se despediu — Muito obrigado. Conto com você.

Voltando para o combate, Goreztka observou que os seus companheiros já haviam dado conta dos inimigos que entraram na tenda. Então logo que os aldeões restantes conseguissem sair das tendas, reuniria seu grupo para um plano de ação.

— Como vocês devem ter visto, o sangue dessas criaturas aparenta estar infectado. O cheiro é tão forte que quase vomitei. — Fez uma cara de nojo ao sentir o odor podre novamente. — Mas temos que isolá-los de alguma forma. Vamos para fora daqui e coordenarei nossas ações.
Avatar do usuário

Mensagens: 7716

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 23 Abr 2018, 20:38

Re: Parte 2 — Furiosos!

Após despistarem o bárbaro em meio à confusão, Borys vê Nightmare saindo por uma janela. Havia anoitecido e a personalidade mais sombria da fada assumira o comando. Grita pra ela.

Boryslaw Rzecz
Imagem
- Night! Pelo menos te encontramos! Onde estão os outros? Precisamos sair daqui! Tem um bárbaro atrás de nós!

Ele aponta para o sujeito que vem em frenesi. Então volta a olhar atrás do sujeito e grita:

Boryslaw Rzecz
Imagem
- ISSO! ACERTA ELE AGORA!

Off:

Teste de Lábia, H3+2 Lucro Rápido, rolado 4. O objetivo é fazer o bárbaro perder sua próxima ação.
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Boryslaw Rzecz (Outono)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Escudo (BnH Brazil Hen)
Joaquim Bogart (Ídolos de Aço)
Kallyan de Callistia (Ilha do Umbral de Fogo)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
GAV: ON FICHAS
MÁGIKA: ON FICHAS REGRAS
AR MOLHADO: ON FICHAS
Avatar do usuário

Mensagens: 664

Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55

Localização: Porto Alegre, Namalkah

Mensagem 23 Abr 2018, 21:08

Re: Parte 2 — Furiosos!

Após fazer seu pedido, Anahera se ocupou em atar forte as mãos do bárbaro paralisado atrás de seu próprio corpo. Terminava de fazer isso, quando Caelynn disparou, sem dar ouvidos à solicitação da samaritana. O ataque de bárbaros selvagens despertou uma antiga e profunda ferida no coração da elfa, que tornava difícil resistir em abater algum daqueles inimigos.

O disparo acertou em cheio o meio da testa do bárbaro, quebrando o encanto que Nightmare havia colocado. Súbito, o homem de pele amarelada e inchada ergueu-se, mesmo com a longa flecha cravada entre os olhos, e avançou para cima de Anahera, desferindo uma mordida poderosa, mas em grande parte absorvida pelas chamas que protegiam a clériga do vulcão. Anahera percebeu que o bárbaro não temia o fogo, e continuaria sua investida. Engoliu em seco, pensando se aquele seria também seu destino.

Ao fundo da tenda, Goretzka se despedia da esposa e falava com sir Loric.
— Não. Ficarei e tentarei conter o ataque o máximo que puder — Olho sério para Sir Loric, agora com uma voz menos autoritária — Você levará minha esposa junto com vocês.

Loric respondeu com um olhar compreensivo, oferecendo o braço à Simone como apoio para sair da tenda. Mesmo enjoada, ela recusou.
— Sou capaz de sair por mim mesma. — E então virou-se para seu marido — Leon... Enzo.

Não foram necessárias mais palavras.
— Se possível, mande alguns homens de volta para nos ajudar aqui, Sir Loric. Mas dê preferência a proteção de Sir Aldir e dos convidados. — E antes de se virar em direção ao combate, se despediu — Muito obrigado. Conto com você.

— Não temos muitos homens, e metade está no forte. Mas farei o que estiver em meu alcance para proteger a todos. — E, após um rápido meneio de cabeça, saiu da tenda.

Em seguida, o conde se dirigiu a seus colegas.
— Como vocês devem ter visto, o sangue dessas criaturas aparenta estar infectado. O cheiro é tão forte que quase vomitei. — Fez uma cara de nojo ao sentir o odor podre novamente. — Mas temos que isolá-los de alguma forma. Vamos para fora daqui e coordenarei nossas ações.

Todos escutaram as palavras de Goretzka, que ecoaram na tenda praticamente vazia, que agora era um caos de mesas e comida reviradas, cadáveres e destruição.

Mas não havia muito tempo para admirar o local ou mesmo para planos elaborados. Os aldeões, visitantes, artistas e vendedores haviam saído da tenda, mas os gritos e urros lá fora cresciam. Os aventureiros sabiam que, quanto mais tempo ficassem ali, mais vidas poderiam ser ceifadas. Além disso, uma das vigas de sustentação da tenda, aquela que o terceiro bárbaro havia quebrado em sua chegada, cedeu um pouco mais, fazendo um rangido alto.


* * *

Enquanto isso, fora da tenda, a cena que Nightmare viu era desoladora: corpos mutilados de aldeões ainda vivos se arrastavam pelo chão da pequena praça de Campodouro, carroções derrubados, frutas e itens espalhados... As pessoas fugiram para todos os lados, tentando ir para suas casas ou para os meios de transporte que usaram para chegar ao vilarejo, mas os bárbaros eram muito mais do que apenas três. E eles também corriam, ensandecidos, atrás das pessoas inocentes. Alguns espumavam pela boca, outros perseguiam mesmo com ferimentos que teriam matado um humano comum. Um deles, com um braço arrancado e outro dependurado, corria tentando morder as vítimas. Apesar de alguns ofensores estarem feridos, Nightmare não viu quase ninguém oferecendo resistência aos bárbaros.

A princesa dos pesadelos tentou procurar pelo seu colega bardo em meio ao caos, à noite e a chuva, mas era algo praticamente impossível. Havia muitos pedidos de socorro e clemência. Pessoas desordenadas para todos os lados. Muitos urros de humanos ferais. E não vinham de apenas um lado, mas de todos os lugares. Ela começou a ficar apreensiva, quando ouviu a voz de seu colega aventureiro, esbaforida. Ele trazia um grupo de sobreviventes feridos consigo e uma criança no colo.

No encalço deles, mas ainda atrás, um bárbaro espumava em fúria, vislumbrando no grupo novas vítimas para o abate. Borys usou de sua infalível malandragem para lidar com a situação, fazendo o bárbaro perder tempo na percepção. Mesmo em meio a uma cena tão desoladora quanto à que presenciava, perceber a presença de espírito de Borys em meio à adversidade alegrava o coração de Nightmare.

OFF
• Podem postar suas ações para o TURNO 3.

• Anahera perdeu 2 PVs pela mordida do bárbaro, que continua de pé.

• Nightmare, se quiser lançar uma magia no bárbaro que está seguindo Borys, você precisa se mover para mais perto também (Borys e os que vêm com ele estão quase à distância corpo a corpo de você; o bárbaro está há uns 15 metros).

• Goretzka e Magnus perderam 1 PF cada, pelo atraso na postagem; por conta disso, eu recebo +2 PFs, ficando com 4 no total. Borys não vai perder PFs porque ficou aguardando minha resposta para postar.

• Vocês têm até 25/04 para postarem suas respostas sem perda de PFs. A próxima atualização será em 26/04.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir
Avatar do usuário

Mensagens: 3827

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 24 Abr 2018, 08:28

Re: Parte 2 — Furiosos!

Imagem

O som da guerra era muito mais que os gritos enfurecidos e os choros desesperados, era o cheiro da fumaça que invadia as narinas de Caelynn, o cheiro de carne queimada e sangrando, o odor de elfos amigos e familiares. Ela estava lá novamente, sob o som de metal se beijando, membros sendo decepados enquanto o grito dos demais ecoavam pela floresta e agora ecoavam pelo tempo até o presente. Anahera falava, mas seus lábios se mexiam sem emitir som algum. O bárbaro levantou, mordendo a outra, a elfa, rápida, recuou, já com seu arco apontando, duas flechas encaixadas, que foram disparadas na sequência. Ambas se enterraram nas costas do sujeito, que grunhiu, mas continuava de pé.

Não é possível, pensou a elfa com uma careta, já dedilhando as plumas na aljava e se preparando para mais.

- Anahera, saía de perto de perto dele - rosnou.

Caelynn se afasta o máximo que seu movimento permite, depois gasta 1 PM para disparar duas vezes contra o bárbaro, 7 e 10.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 7716

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 24 Abr 2018, 11:46

Boryslaw Rzecz

O bárbaro voltou a olhar para trás e Borys – não muito surpreso pela estupidez do sujeito em cair no mesmo truque – aproveitou para trazer todos para perto de Nightmare. Via a cena horrível, os mortos e mutilados... tanta violência sem sentido. O bardo era alguém dedicado a levar alegria e prazer às pessoas e não conseguia entender como haviam aqueles que preferiam dedicar-se a viver no inferno como aqueles selvagens. Se pudesse conversar com o líder deles... mas estavam todos tomados por uma fúria primitiva, sendo pouco mais que animais naquela condição.

Boryslaw Rzecz
Imagem
- Ei, dá pra cuidar daquele cara? Eu... preferiria não mata-lo... poderia paralisar ele?

- Temos que encontrar os outros. Onde está o Conde?

Olha para dentro da barraca e vê Anahera perto e os demais mais ao longe.

Boryslaw Rzecz
Imagem
- Pessoas! A gente tem que vazar!

Mas a situação não está nada fácil.

Boryslaw Rzecz
Imagem
- Mały, faça alguma coisa! Vou fazer também!

Começa a tocar uma balada chamada “Kalevi e o Gigante de Prata” sobre um lendário herói hobgoblin das Uivantes que enfrentou um gigante cujos ataques eram brutais. Enquanto isso Mały agita sua cauda e uma superfície brilhante surge sob os pés do bárbaro que atacava Anahera, tentando levá-lo para fora da barraca.

Off:

Borys vai usar Performance e gastar 10 PMs para dar FD +1d para Anahera, Caelynn, Goretzka e Dillianna.

Mały vai lançar Transporte, pagando 2 PMs para mover o bárbaro para fora.
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Boryslaw Rzecz (Outono)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Escudo (BnH Brazil Hen)
Joaquim Bogart (Ídolos de Aço)
Kallyan de Callistia (Ilha do Umbral de Fogo)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
GAV: ON FICHAS
MÁGIKA: ON FICHAS REGRAS
AR MOLHADO: ON FICHAS
Avatar do usuário

Moderador

Mensagens: 250

Registrado em: 06 Dez 2013, 14:45

Localização: Uiraúna - Paraíba

Mensagem 25 Abr 2018, 10:42

Re: Parte 2 — Furiosos!

Imagem

Olha para dentro da barraca e vê Anahera perto e os demais mais ao longe.


Ao avistar Boryz, Goreztka mudou de expressão. A aparência séria e autoritária que um comandante precisa durante as batalhas, mudou para o de alguém com esperança de receber uma boa notícia.

— Boryz, você viu meus filhos? O pequeno Enzo estava na casa do Conde e os gêmeos partiram para lá para protegê-lo — Apesar da seriedade, havia um pouco de aflição em sua voz.

Aproveitou a chegada do novo elemento para colher informações da situação do resto de Campadouro, apesar de já ter uma noção devido ao baralho dos camponeses.

— Onde você estava quando o ataque começou? — fazendo um sinal para não se aproximar devido ao cheiro nauseabundo do sangue contaminado dos bárbaros — Como está a situação lá fora?
Avatar do usuário

Moderador

Mensagens: 414

Registrado em: 07 Dez 2013, 17:22

Localização: Timbó, SC

Mensagem 25 Abr 2018, 22:11

Re: Parte 2 — Furiosos!

John Lessard escreveu:- Anahera, saía de perto de perto dele - rosnou.


A samaritana ouviu o chamado de Caelynn com um esgar de ódio em seu rosto. Havia sido ferida por aquele animal doente duas vezes enquanto tentava proteger o grupo. Decidiu que haviam outros que precisavam de mais auxílio dela do que eles, ela própria inclusive.

Mas antes, havia uma questão pendente ali. O bárbaro continuava vivo, apesar de todos os ferimentos que já havia sofrido, o que era no mínimo intrigante. Tinha certeza de que não faria sentido paralisá-lo com magia novamente, pois Caelynn estava fora de si. Precisava terminar logo com ele para partir em auxilio aos feridos que gritavam por ajuda.

Por isso, invocou o fogo de dentro de seu corpo, e com um gesto disparou uma torrente de chamas pelos dedos.

Ataque Mágico com 3 PMs. FA=H3+1d+3. Consegui um 5. FA=11.
Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 1082

Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Mensagem 25 Abr 2018, 23:59

Re: Parte 2 — Furiosos!

Imagem

-Perseguido por um bárbaro? MAS VEJA SÓ! Acabamos com um monte ali na tenda! Hehe!!

*Olhou para o bárbaro que o perseguia*

- Haha!! Deixa comigo, humano... Vai ser divertido...

*A somba de Nightmare se estendeu e cresceu, transformando-se num colosso. Num rasante ela voou até estar no alcance de capturar o bárbaro, então enviou sua serva. Ela deslizou para debaixo dos pés dele, onde um olho de pesadelos se abriu sob ele, trazendo a tona todas as situações de desespero que já teve em vida*

- Perseguir meus companheiros? Pééssima idéia...

*Mordiscou os labios*

- Tente não gritar...



Mover até o barbaro. 10 METROS

Lançar paralisia nele. 1 pm
Tribo Scarlata

- Crônicas da Tormenta (on): Rakim Barba de Fogo
- Guilda dos aventureiros de Valkaria (on):Jin Hong
- Theotanatus(on): Rei Caído
- Aurora Carmesin(on): Scarlata Jihad / Jihad da areia vermelha
- Era de Arsenal(on): Angra Cabelos de Fogo

Avatar do usuário

Mensagens: 664

Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55

Localização: Porto Alegre, Namalkah

Mensagem 26 Abr 2018, 16:05

Re: Parte 2 — Furiosos!

Final do Turno 3

O homem já estava cravejado pelas setas da elfa, e parte de sua carne putrefata escorria em rios de gordura e podridão fedorenta, derretida pelas chamas sagradas de Anahera. Mas ainda assim ele teimava em permanecer de pé. A fúria que impelia aqueles homens ao combate, fazendo-os ignorar qualquer outra coisa que não os alvos de seus ataques, parecia também agir sobre sua resistência, de alguma forma fazendo com que nem mesmo as setas e as chamas o livrassem de sua existência pestilenta.

O homem continuaria sua investida em uma nova mordida contra Anahera, mas a magia de Maly foi providencial, fazendo com que o bárbaro de súbito flutuasse alguns centímetros do chão, em um movimento que o fez perder o equilíbrio e cair, ainda levitando há algum espaço do solo.

O pequeno esquilo era o prenúncio da chegada de Borys e os que o acompanhavam — cinco goblins chorosos, o meio-elfo saltimbanco, bastante machucado, um soldado do conde que dava apoio ao ferido e uma meio-elfa que carregava Enzo, o filho mais novo de Goretzka. Borys gritava alertas e dava início a uma de suas canções de combate, inspirando determinação em seus colegas frente às adversidades que se apresentavam.

Goretzka ficou um pouco mais aliviado quando viu seu pequeno garoto em segurança no abraço da meio-ela que acompanhava o bardo, mas a preocupação sobre o paradeiro de seus outros dois filhos ainda persistia. Refletia sobre isso quando um novo rangido à direita se fez ouvir, seguido de um tremor de terra.

* * *

Do lado de fora, Nightmare sugava todo o medo que pudesse existir naquele bárbaro infectado. Ela pode sentir o medo primal daquele que busca sobreviver à todo custo. Se sentiu enjaulada, batendo contra paredes formadas por algo ao mesmo tempo negro e amarelo, que sugava e corroía e esmagava e comprimia. Ela chorava mas não podia resistir. Se sentiu diminuindo e abrindo mão de si mesma para algo que tomava seu controle. Ela era menos do que qualquer dia já foi. Um nada, obrigada a ser espectadora de sua própria perdição. E a própria Nightmare sentiu medo. Não por poder sentir o que seu alvo sentia, mas por reconhecer parte daquilo que o afligia. Aquilo que era negro e amarelo. A parte negra era magia. O mesmo tipo de magia que ela era capaz de fazer.

No instante seguinte se deu conta de si mesma de volta em seu próprio corpo, compreendendo um pouco mais o que ocorria com aqueles homens de pele amarelada e vísceras apodrecidas. Tentava encaixar as peças em sua mente quando o estrondo de mil trovões, inesperado, preencheu o mundo: a tenda principal, onde quase todos os seus amigos desabava. Ela pode ver claramente quando uma das vigas principais de sustentação quebrou, rasgando de vez o grosso tecido lateral do lugar e dando início a um efeito em cascata que desmoronou toda a estrutura, gerando tremores no chão e levantando fumaça mesmo em meio à chuva. O fogo não demorou para surgir, começando a consumir o que restou da estrutura.

Borys se assustou com a queda, saltando para trás e tomando distância, mas seguiu com a canção de encorajamento quando viu que seus companheiros saíam em meio aos escombros. Primeiro Caelynn, depois Anahera. Maly desativou a magia que havia usado quando percebeu que o bárbaro que controlava era agora uma pilha de destroços inerte. Não havia sinal de Magnus ou Goretzka.


OFF
• Goretzka e Magnus perderam 4 PVs por falhar no teste de esquiva contra o desabamento e agora há entulho sobre vocês. Vocês precisam passar em um teste de F para conseguirem agir e se mover novamente.

• Magnus perdeu 1 PF pelo atraso na postagem, ficando com 1 PF; por conta disso, eu recebo +1 PF, ficando com 5 no total.

• Podem postar suas ações para o TURNO 4.

• Vocês têm até 28/04 para postarem suas respostas sem perda de PFs. A próxima atualização será em 29/04.
Tentando usar a parte colorida da massa cinzenta.
https://twitter.com/tiagoriebir
Avatar do usuário

Mensagens: 7716

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 28 Abr 2018, 10:48

Re: Parte 2 — Furiosos!

Borys se assusta com a queda da barraca e o incêndio. Ver parte dos companheiros saírem o deixa aliviado, mas percebe que faltam duas pessoas. Enquanto ainda continua tocando, emenda uma frase no meio da canção.

Boryslaw Rzecz
Imagem
- …e alguém deveria ajudá-los a sair…

E continua tocando. Olha ao redor, checando a situação geral da batalha. Então emenda mais uma:

Boryslaw Rzecz
Imagem
…e todos nós deveríamos partir… ajudar os fracos é nosso dever... aos guerreiros cabe lutar e morrer...

Enquanto isso Mały volta sua atenção para o bárbaro paralisado, que olha diretamente para Nightmare, e algo em sua pequena mente de roedor se diverte com a ideia de tentar novamente lançar Amor Incontestável sobre o sujeito.

Off:

Borys vai manter Performance. Mały vai lançar Amor Incontestável sobre o bárbaro paralisado.
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Boryslaw Rzecz (Outono)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Escudo (BnH Brazil Hen)
Joaquim Bogart (Ídolos de Aço)
Kallyan de Callistia (Ilha do Umbral de Fogo)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
GAV: ON FICHAS
MÁGIKA: ON FICHAS REGRAS
AR MOLHADO: ON FICHAS
AnteriorPróximo

Voltar para Outono

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 1 visitante.

cron